Fale Conosco

12 de maio de 2009

Sistema Adutor de Acauã terá R$ 28 milhões para retomada da obra



O Governo do Estado retomará a construção do Sistema Adutor de Acauã. O governador José Maranhão fez o anúncio após receber a notícia de que o governo federal liberou recursos na ordem de R$ 28 milhões para a retomada da obra, que garantirá água tratada para a população de 10 municípios paraibanos. O anúncio foi feito no programa “Palavra do Governador”, gerado numa cadeia estadual de emissoras de rádio.

“Nós, quando assumimos o governo, trabalhamos nesses 90 e poucos dias firmemente e conseguimos cumprir todas as exigências contratuais. Por isso hoje recebemos esse aporte de recursos, ou seja, 28 milhões do governo federal, para juntar aos recursos do governo estadual, recursos próprios do tesouro do Estado. Com esse aporte de recursos eu posso, hoje, garantir que até 31 de dezembro nós estaremos inaugurando a adutora de Acauã”, afirmou Maranhão.
 
O projeto do Sistema Adutor de Acauã foi elaborado no segundo mandato do governador José Maranhão e sua execução estava paralisada desde 2003. Durante o lançamento do Plano de Aceleração do Crescimento – PAC, em 2007, por interferência do governo federal, a construção foi retomada.
 
Desde então, a obra vinha sendo realizada com uma série de pendências relacionadas a mudanças de projeto, readequação do plano de trabalho e carência de justificativas técnicas que vinham sendo cobradas, desde 2008, pelo Ministério da Integração Nacional e pelo Tribunal de Contas da União. Nessa época, auditores chegaram a pedir suspensão de alocação de recursos para o empreendimento.
 
Nessa nova gestão do governador José Maranhão, todas as pendências e problemas técnicos junto ao Ministério da Integração e ao Tribunal de Contas foram retomados e resolvidos nos últimos 60 dias. Durante a última visita do Ministro da Integração, Geddel Vieira, a Paraíba, o governador entregou um relatório sobre o Sistema Adutor de Acauã esclarecendo que todas as demandas envolvidas na paralisação da obra estão sanadas.
 
Segundo Francisco Sarmento, secretário de estado da Infraestrutura, a Adutora de Acauã, que sai da Barragem de Acauã (obra do segundo mandato de Maranhão), abastecerá uma população superior a 135 mil habitantes, de 10 municípios paraibanos: Itatuba, Ingá, Juarez Távora, Zumbi, Salgado de São Félix, Mogeiro, Juripiranga, Pilar e São Miguel de Itaipu e Itabaiana. Sendo a última, a mais beneficiada por ter uma população projetada para 2025 da ordem de 40 mil habitantes.
 
“Com esse recurso na ordem de 28 milhões, a intenção do Governo do Estado, é que a obra seja concluída ainda este ano para que essa população passe a receber água tratada por pelo menos 30 anos, independente da ocorrência de secas”, disse Sarmento.