Fale Conosco

6 de dezembro de 2012

SES registra diminuição de casos de dengue mas alerta sobre cuidados



Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (Ses), até a Semana Epidemiológica nº 48 (de 1º janeiro a 30 de novembro), houve 11.314 notificações de casos de dengue em todo Estado. Destas notificações, 6.356 já foram confirmadas para dengue clássica; 2.514 descartadas e 158 graves (119 DCC e 39 FHD); as demais estão sendo investigadas.

De acordo com a análise dos dados e fazendo um comparativo com semanas anteriores, observa-se que não aconteceu elevação no número absoluto de casos. Mas, mesmo com esse perfil decrescente das notificações, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) alerta para a necessidade de manter os cuidados para evitar a proliferação do mosquito.

“O importante neste momento é a continuidade das ações durante este mês de dezembro e início do ano de 2013. As ações dos agentes de endemias e da comunidade são de fundamental importância para diminuirmos os focos”, lembrou a gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Talita Tavares.

Óbitos por dengue – Durante esta semana, não foi registrado nenhum novo caso e os demais continuam em investigação. A investigação dos óbitos é de responsabilidade dos municípios e segue as orientações do protocolo de investigação de óbitos de dengue do Ministério da Saúde. Cabe ao Estado acompanhar a discussão de encerramento, tanto dos óbitos como dos casos grave da doença. Até agora, neste ano de 2012, foram registradas 10 mortes em todo Estado, sendo seis em João Pessoa; uma em Bayeux; uma em Patos; uma em Itabaiana e uma em Sapé.

A dengue é uma doença dinâmica que pode evoluir rapidamente de uma forma para outra. Assim, em um quadro de dengue clássica, em dois ou três dias podem surgir sangramentos e sinais de alerta sugestivos de maior gravidade. Daí surge a necessidade da notificação dos casos graves em até 24 horas, de acordo com a Portaria 104 do MS. A sinalização destas situações deve ser feita no Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), pelo telefone (83) 8828-2522 (plantão 24 horas).