João Pessoa
Feed de Notícias

SES realiza qualificação sobre Hepatites Virais para Atenção Básica de Santa Rita  

quarta-feira, 28 de março de 2018 - 15:45 - Fotos:  Ricardo Puppe

A Secretaria de Estado da Saúde realizou, na manhã desta quarta-feira (28), uma qualificação para os profissionais da Atenção Básica de Santa Rita para participarem de um projeto nacional relacionado ao diagnóstico das Hepatites Virais. A atividade foi realizada no auditório do Instituto Federal da Paraíba (IFPB) – Campus Santa Rita. Estiveram presentes representantes da SES-PB, do Complexo de Doenças Infecto Contagiosas Clementino Fraga, além de profissionais da Atenção Básica do município de Santa Rita.

Durante a atividade foram realizadas apresentações e palestras. A gerente executiva de Vigilância em Saúde, Renata Nóbrega, ressaltou o papel do estado nesse processo. “O foco nesse momento é a qualificação dos profissionais da Atenção Básica de Santa Rita, para que eles possam ficar abastecidos e qualificados quanto a essa temática. É importante lembrar que o papel do estado é justamente esse, a qualificação da Atenção Básica, além do monitoramento e avaliação do Sistema Nacional de Notificação. Estamos provocando, junto aos municípios, com o intuito de fazer uma busca ativa, ampliar mais a oferta de diagnóstico, para que, em caso positivo, possamos dar uma condução adequada ao tratamento dos pacientes”, explicou Renata.

Segundo a médica do Ambulatório de Hepatites Virais do Clementino Fraga, Juliana Barbosa, este projeto piloto selecionou apenas seis municípios no país para realizar a busca ativa de pacientes assintomáticos com diagnóstico de Hepatite B ou C durante a campanha de vacinação contra a gripe. Santa Rita foi o único município selecionado no Nordeste. “Essa é uma oportunidade para que possamos realizar a testagem rápida dos pacientes durante uma campanha de massa nacional. Vamos encontrar entre esses pacientes aqueles mais vulneráveis, e assim podemos reunir dados necessários para uma publicação de grande relevância nacional”, disse.

Juliana explicou também que o projeto tomou uma proporção maior do que inicialmente imaginado, devido à grande cooperação e adesão dos profissionais da Atenção Básica de Santa Rita. Segundo ela, este projeto terá um impacto nacional. “Durante os aproximados 40 dias da campanha de vacinação, técnicos e enfermeiros das Unidades Básicas de Saúde de Santa Rita vão realizar a testagem rápida junto com a vacinação. Esse projeto mostra à população a grande importância do diagnóstico dos pacientes com Hepatites Virais, que muitas vezes são assintomáticos. As hepatites têm tratamento e cura, mas é preciso que seja feita essa busca ativa para que possamos diagnosticar e tratar adequadamente esses pacientes”, concluiu.