João Pessoa
Feed de Notícias

SES-PB participa de Conferência Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional

quinta-feira, 20 de agosto de 2015 - 18:52 - Fotos: 

A Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB) participou, na manhã desta quinta-feira (20), no Teatro Paulo Pontes no Espaço Cultural, em João Pessoa, da 4ª Conferência Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional. O evento, que segue até esta sexta-feira (21), é uma ação do Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh) e da Secretaria Executiva de Segurança Alimentar e Nutricional e Economia Solidária (Sesaes), em parceira com o Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea). Representantes da sociedade civil e dos governos municipais, estadual e federal vão discutir as ações e políticas durante os dois dias de conferência.

Com o tema “Comida de verdade no campo e na cidade, por direitos e soberania alimentar”, a conferência tem o objetivo de abordar avanços e obstáculos para a alimentação adequada e saudável, além das escolhas estratégicas para alcance das políticas públicas. “Nós participamos de toda a programação e conferências preliminares para chegar até aqui. Nossa intenção é movimentar diretrizes para estabelecer ações que melhorem a segurança alimentar e nutricional, escutando, sobretudo, o que diz, reivindica e clama a população”, disse a coordenadora do Núcleo de Alimentação e Nutrição da SES-PB, Elen Rangel. Ela destacou, ainda, que a Conferência permite que sejam traçadas novas metas de trabalho. “É uma ótima oportunidade de nos aproximarmos da população. A partir do que for dito, pedido e reivindicado, faremos um planejamento do nosso trabalho pra este e para os próximos anos”, concluiu.

De acordo com a diretora geral da Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa), Glaciane Mendes Roland, atualmente, 520 mil pessoas no Estado estão em situação de insegurança alimentar. “Através desse encontro, vamos entender o que, de fato, a Paraíba precisa para levarmos à discussão em conferência nacional, em novembro deste ano. Nossa meta é estabelecer políticas públicas, através da intersetorialidade, mudando, assim, esse número e a realidade da situação de insegurança alimentar na Paraíba – pessoas passando fome, sobrepeso, obesidade e distúrbios que podem levar à morte”, afirmou.

Para a secretária de Estado do Desenvolvimento Humano, Maria Aparecida Ramos de Menezes, a maior discussão da Conferência é saber o que significa ter uma alimentação saudável no Brasil e na Paraíba. “Quando falamos de segurança alimentar, não estamos falando meramente do alimento, mas, sim, do acesso à saúde, à educação, aos programas de inclusão produtiva. No Estado, temos feito um esforço enorme para articular a segurança alimentar com as demais políticas e garantir a alimentação de qualidade para a ampla maioria dos paraibanos”. Ela destacou algumas das ações do Governo: “Temos os restaurantes populares que garantem alimentação à população com vulnerabilidade social, os Programas PAA Leite e PAA Alimento que permitem que o pequeno agricultor fique em sua própria casa e venda seus produtos para o Estado repassar para instituições. A segurança alimentar é fundamental na vida de todos, necessidade de primeira ordem”.

A população também tem voz na 4ª Conferência Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional. Os participantes foram escolhidos em conferências municipais e regionais. “O poder e a força da conferência está em escutar a sociedade. Nossa expectativa é que possamos sensibilizar os gestores para que a Paraíba avance ainda mais na segurança alimentar, com respostas concretas, ações e projetos”, disse o presidente do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea-PB), representando a sociedade civil, Arimatéia França.