Fale Conosco

1 de novembro de 2011

SES oferece especialização para gestores do SUS com duração de oito meses



A Secretaria de Estado da Saúde (SES) oferecerá cursos de especialização em Gestão do Trabalho e Educação da Saúde do SUS, com carga horária de 400 horas e duração de oito meses. O início das aulas está previsto para o dia 30 de janeiro do ano que vem. Nessa segunda-feira (31), foi encaminhado pela SES o projeto de participação no Programa de Qualificação e Estruturação da Gestão do Trabalho e da Educação no SUS (ProgeSUS), do Governo Federal.

O edital de adesão ao programa havia sido lançado em 2010, mas como a Paraíba era o único Estado que não havia feito adesão, a assessoria de gabinete dialogou com o Ministério da Saúde e conseguiu a reabertura do edital exclusivamente para o Estado. “A Paraíba não poderia ficar de fora, porque esse é um programa muito importante. Abre a possibilidade de trazer a gestão do trabalho e da educação da saúde para além do debate dos recursos humanos, além de focar no fortalecimento da saúde para entender a legislação do trabalho no SUS”, disse o assessor de gabinete, Murilo Wanzeler.

O curso será gratuito e terá financiamento do Ministério da Saúde. Terá mais de 60% de sua carga horária acontecerá em sistema presencial e atenderá, prioritariamente, os profissionais que atuam na gestão de recursos humanos da SES e das secretarias saúde dos municípios que aderiram ao ProgeSUS – embora seja oferecido a todos os municípios paraibanos. Os encontros acontecerão durante uma semana, a cada mês, no Centro Formador de Recursos Humanos (Cefor-PB). Os professores que ministrarão os cursos serão convidados da Escola Superior de Saúde Pública (Ensp), Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e da própria SES.

 

Na última quinta-feira (27), a coordenadora nacional dos Cursos de Especialização do ProgeSUS, Neuza Moysés, veio à Paraíba para orientar a elaboração do projeto com representantes do Cefor-PB, Conselho de Secretarias Municipais de Saúde da Paraíba (Cosems-PB) e SES. “Concentramos esforços para garantir a participação da Paraíba no programa”, disse o coordenador estratégico pedagógico do Cefor-PB, Lincoln Valença.

 

Murilo Wanzeler lembrou que os cursos de especialização servirão como espaço para mesas regionais de negociação com os profissionais das categorias, para qualificar as datas-base e questões relacionadas aos Planos de Cargos, Carreira e Remunerações (PCCR), com o fortalecimento dos serviços de saúde em todo o Estado.