João Pessoa
Feed de Notícias

SES notifica 36 casos de dengue, 30 deles ainda em investigação

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010 - 19:46 - Fotos: 
A Secretaria de Estado da Saúde (SES) notificou até a 3ª semana epidemiológica, encerrada no último dia 23, 36 casos de dengue no Estado, sendo seis confirmados e 30 em investigação. De acordo com o Núcleo de Doenças Transmissíveis por Vetores da SES, cinco dos casos confirmados são de João Pessoa e um do município de Monteiro. No mesmo período de 2009, também foram notificados 36 casos, sendo 21 confirmados.

A chefe do Núcleo de Doenças Transmissíveis por Vetores, Gisele Aversari, explicou que dos casos em investigação 14 são de Catolé do Rocha, cinco de João Pessoa, três em Brejo dos Santos, dois em Coremas, dois em Teixeira, um em Bayeux, um em Cabedelo, um em Cuité e um em Pedras de Fogo.  

Redução – Na Paraíba, o ano de 2009 terminou com uma redução de 88,53% no número de casos, em relação a 2008. Foram 954 casos confirmados no ano passado, sendo oito de febre hemorrágica, com um óbito no município de Itabaiana. A transmissão ocorreu em 108 municípios. Em 2008, 8.385 paraibanos foram infectados pelo mosquito Aedes aegypti, sendo que 52 tiveram dengue com complicação, 62 febre hemorrágica e cinco morreram.

Gisele Aversari explica que a chuva e o calor favorecem o mosquito transmissor da dengue. “Por isso, precisamos da ajuda de todos para eliminar e evitar focos do mosquito e não deixar que a epidemia chegue ao nosso Estado. A única maneira de evitar a dengue é não deixar o mosquito nascer”, afirmou, acrescentando que é necessário acabar com os criadouros do mosquito, que são vasilhames e objetos que juntam água.

Plano – No último dia 26, a SES lançou o Plano de Contingência para Situações de Epidemia da Dengue, que traça metas e estratégias de enfrentamento à doença.  Na oportunidade, o secretário José Maria de França convidou os gestores dos 223 municípios paraibanos e a população para se integrarem no combate ao mosquito e lembrou que a situação na Paraíba está sob controle, mas sempre existe o risco de um aumento do número de casos no primeiro semestre do ano.

O plano organiza a assistência aos pacientes com a doença, que terão como porta de entrada as unidades básicas de saúde. Na solenidade – que aconteceu no Hotel Ouro Branco, em João Pessoa – foram assinadas duas portarias criando o Grupo Executivo Estadual de Monitoramento e Resposta Coordenada à Dengue e o Comitê Intersetorial de Prevenção e Controle da Dengue.
 

Da Assessoria de Imprensa da SES-PB