Fale Conosco

10 de agosto de 2011

SES faz “Dia D” contra paralisia infantil e sarampo e lança campanhas



No próximo sábado (13), a Secretaria de Estado da Saúde (SES) iniciará a 2ª etapa da Campanha contra e Paralisia Infantil e a Campanha de Segmento contra o Sarampo. Será o “Dia D” da vacinação contra essas enfermidades na Paraíba.

A meta do Ministério da Saúde (MS) para a Paraíba é vacinar 295.190 crianças menores de 5 anos contra pólio e 356.449 crianças de 1um ano a menores de 7 anos contra sarampo, caxumba e rubéola (a vacina tríplice viral). No ano passado, foram registrados surtos de sarampo em três estados, entre eles a Paraíba, que teve o maior número de casos confirmados: 61. As campanhas deste ano acontecem até o dia 16 de setembro.

A abertura acontecerá na Unidade de Saúde da Família do Bairro São José, em João Pessoa, às 9h. A SES já distribuiu, entre as 12 Gerências Regionais de Saúde do Estado, as 448.200 doses da vacina oral contra a pólio e as 246 mil doses da tríplice viral enviadas pelo Ministério da Saúde. As demais (181.740 doses da tríplice viral) serão encaminhadas pelo Governo Federal ainda esta semana. A meta da SES é atingir 95% do total de crianças estipulado pelo MS.

Em todo o Estado, mais de cinco mil profissionais estarão trabalhando na distribuição e aplicação das doses disponibilizadas em 1,1 mil postos fixos e móveis. Na zona rural, a campanha começou desde o último dia 8 – a estratégia do MS de iniciar a campanha na zona rural uma semana antes deve-se ao fato de a população ser mais dispersa e o acesso ser mais demorado.

Sarampo – A chefe do Núcleo de Imunização da SES, Missania Maria Moreira dos Santos, explicou que as campanhas de segmento contra o sarampo acontecem a cada cinco anos para a erradicação da doença. “A última deveria ter acontecido no ano de 2009, mas, por causa da emergência de casos da Gripe-A, não aconteceu”, observou. A campanha de segmento deste ano já aconteceu de 18 de junho a 22 de julho nos estados do Ceará, Pernambuco, Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul.

De acordo com dados do Informe Técnico 2011 do Ministério da Saúde, os 61 casos de sarampo confirmados na Paraíba em 2010 tiveram o vírus identificado do genótipo B3, similar ao que circula na África do Sul e que circulou na Argentina em julho do ano passado. No estado do Rio Grande do Sul foram confirmados oito casos, resultantes de infecção também pelo genótipo B3. E no estado do Pará foram registrados três casos, pelos quais foi identificado o genótipo D4, circulante na Europa.

Missania Moreira alertou que todos os pais procurem o posto de saúde mais próximo de sua residência e levem seus filhos para evitar que haja novo surto. A chefe do Núcleo de Imunização ainda lembrou que é sempre bom levar o cartão de vacinação das crianças para verificar se elas estão com todas as vacinas em dia.