Fale Conosco

30 de julho de 2015

SES e UFPB promovem oficina de preparação durante abertura do curso de Formação para Residência em Saúde



A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Centro Formador de Recursos Humanos (Cefor), em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), por meio do Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva, promove nesta sexta-feira (31), das 8h às 17 h, na Faculdade de Ciências Médicas (FCM), na capital, a abertura do curso “Formação de preceptores e tutores para residências em saúde na perspectiva da educação permanente”. O primeiro dia da Formação será marcado pela realização de uma oficina de preparação para os profissionais de saúde participantes do curso.

A Formação, que conta ainda com o apoio das Secretarias Municipais de Saúde de João Pessoa e Cabedelo; do Hospital Universitário Lauro Wanderley e as instituições privadas de ensino superior, FCM, Famene e Unipê, tem a finalidade de oferecer, aos trabalhadores da saúde, envolvidos em atividades de preceptoria (pessoa responsável por acompanhar e orientar os educandos num processo educativo), além de docentes e tutores, uma compreensão e ampliação de seus papéis, levando-os a reorientar suas práticas, de acordo com o contexto do ensino em serviço, no Sistema Único de Saúde (SUS).

De acordo com a programação, logo após a abertura solene, terá a assinatura de um Termo de Compromisso entre as instituições parceiras e, em seguida, começa a oficina de mobilização, na qual será apresentado o projeto do curso de “Formação para Preceptores e Tutores de Residências em Saúde” e terá debate sobre as principais demandas dos diferentes cenários das Residências em Saúde envolvidas. À tarde, terão grupos de trabalho sobre desafios, potencialidades e sugestões sobre a realidade do preceptor e tutor em cada campo de prática. O resultado dos trabalhos vai nortear a elaboração dos conteúdos e escolha das metodologias da formação.

O Curso – O Curso terá 180 horas, sendo 120 presenciais e 60 em regime de dispersão. Será na modalidade semipresencial, com dois encontros presenciais mensais.

Serão três propostas de conteúdo: no módulo I, “Contexto da Gestão e das Práticas e Produção do Cuidado de Saúde”; no Módulo II, “Práticas Educativas no Cotidiano do Trabalho em Saúde” e no Módulo III, “Contexto da Organização das Residências em Saúde”.