Fale Conosco

14 de novembro de 2011

SES e MS capacitam profissionais para abordar violência sexual e doméstica na mídia



Para capacitar os profissionais da área da Saúde no atendimento a mulheres e adolescentes em situação de violência sexual e doméstica, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceira com o Ministério da Saúde e o Instituto Patrícia Galvão, farão uma oficina temática em mídia e comunicação nos próximos dias 17 e 18. O curso terá duração de 16 horas e acontecerá no Salão Verde do Espaço Cultural.

O objetivo da oficina é encontrar formas eficazes para o desafio de se dirigir ao público pelos meios de comunicação de massa quando se trata de violência doméstica e sexual, além de integrar e fortalecer as redes estaduais de Atenção Integral a Mulheres e Adolescentes em Situação de Violência Doméstica e Sexual. “Precisamos articular os serviços para desenvolver a capacidade de sensibilizar a população, por isso a oficina é necessária. Temos que lidar com a mídia de forma eficaz, para que ela nos ajude no combate à violência sexual e doméstica”, destacou a coordenadora da área técnica de Saúde da Mulher da SES, Fátima Morais.

O curso é direcionado para os profissionais mais solicitados a falar com a imprensa: médicos que coordenam equipes hospitalares, profissionais que chefiam serviços diversos, profissionais da área de comunicação social, profissionais que atendem diretamente o público e profissionais que têm potencial para desenvolver o papel de porta-vozes.

A SES oferece atendimento às vítimas a partir de 11 anos de idade, por meio de uma equipe de referência da Maternidade Frei Damião. A orientação é que a primeira providência seja levar as vítimas para atendimento em um hospital, para evitar doenças e gravidez indesejada. Somente depois desse procedimento as vítimas devem ser encaminhadas às delegacias e à Promotoria.