Fale Conosco

11 de junho de 2012

SES distribui material educativo contra dengue e pede aumento da vigilância no período de chuvas



A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou o 22º boletim epidemiológico, que corresponde ao período de 1º de janeiro até 18 de junho. De acordo com o boletim, foram notificados 5.207 casos de dengue no Estado, sendo 1.416 da forma clássica da doença, 34 casos de dengue com complicações e 26 casos de febre hemorrágica da dengue.

Ainda segundo o boletim epidemiológico, 2.879 casos estão em investigação e 850 já foram descartados. Foram registrados 02 óbitos por dengue neste período.

De acordo com a gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Júlia Vaz, a chegada tardia das chuvas este ano refletiu no comportamento da doença no Estado: “Se o inverno estivesse seguindo seu curso sazonal neste período teríamos o último pico da doença, entretanto, devido à demora da chegada do período chuvoso, estamos com um aumento dos casos”.

O coeficiente de incidência (número ocorrências a cada 100 mil habitantes) mostra que o maior risco de adoecer por dengue vem acontecendo desde a semana epidemiológica 16, e mantendo-se. Segundo Júlia, as duas últimas semanas podem apresentar redução devido à ocorrência de notificações tardias, entretanto, na próxima análise ficará mais evidente se a partir da semana 21 a doença já apresenta queda da incidência ou se permanece com a mesma força.

Jogos educativos – A SES estará distribuindo jogos infantis que serão trabalhados junto à população de 7 a 10 anos de dez municípios com o objetivo de quebrar a cadeia de transmissão nestes territórios, utilizando a mobilização via ações de prevenção e educação.

O material será repassado às Secretarias Municipais de Saúde e de Educação de cada município, visto que é uma ação que deverá ser trabalhada de forma intersetorial. A aquisição dos jogos representou investimento de R$ 99,8 mil e a entrega será no dia 25 deste mês.

De acordo com Júlia Vaz, os municípios que serão contemplados com o material foram selecionados mediante dois critérios: “O primeiro foi o epidemiológico, que consiste nos municípios que vêm apresentando tendência para aumento de casos, e o segundo é a cidade não ter recebido o acréscimo de 20% sobre teto financeiro repassado para ações de combate â dengue”. Receberão os jogos educativos as cidades de Água Branca, S. Mamede, São Sebastião de Umbuzeiro, Aparecida, Jericó, Marizópolis, Salgadinho, Várzea, Vista Serrana e Zabelê.

Atitude da população – A SES continua pedindo que a população aumente a vigilância nesse período de chuvas. A melhor forma de se evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença. Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.

Números do boletim

Casos notificados – 5.207
Dengue clássica – 1.416
Dengue com complicações – 34
Febre hemorrágica da dengue – 26
Óbitos por dengue – 02
Casos descartados – 850
Em investigação – 2.879