Fale Conosco

6 de junho de 2012

SES distribui 1,5 milhão de preservativos no período junino



O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde (SES), distribuiu para as Gerências Regionais de Saúde da Paraíba 1,5 milhão de preservativos para abastecer todo o Estado durante as festas juninas. Segundo a gerente operacional de DST/Aids e Hepatites Virais da SES, Ivoneide Lucena, o foco é a população jovem de 15 a 24 anos.

“Nos últimos anos tem se registrado um maior número de casos de Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis nessa faixa etária. Em períodos festivos como carnaval e São João, por exemplo, muitos jovens fazem uso excessivo de bebidas alcoólicas, o que os deixa mais vulneráveis para o sexo sem proteção”, afirmou.

O primeiro caso de Aids na Paraíba ocorreu no ano de 1985, e desde então já foram notificadas 4.270 pessoas com Aids. Atualmente, 2.325 pessoas estão em tratamento no Estado, sendo 2.295 adultos e 30 crianças. Segundo Ivoneide Lucena, dos 223 municípios paraibanos, 150 possuem o teste rápido implantado. O serviço funciona nas maternidades e nas unidades de saúde da família. No ano de 2011 foram realizados 26 mil testes, e só nos quatro primeiros meses deste ano foram feitos mais de 12 mil.

Caso o resultado do teste rápido seja positivo, o paciente é encaminhado para um dos hospitais referências em tratamento da Aids no Estado, que são o Complexo Hospitalar Clementino Fraga e o Hospital Universitário Lauro Wanderley, em João Pessoa, e o Hospital Universitário Alcides Carneiro, em Campina Grande.

De acordo com Ivoneide, não existe limite de preservativos por pessoa. “Os preservativos estão disponíveis nas recepções dos serviços de saúde e não há limite de unidades por pessoa. É importante que, antes de viajar para as festas de São João, a população já pegue a quantidade desejada de preservativos, pois o sexo seguro é a maneira mais simples e eficiente de se evitar todas as doenças sexualmente transmissíveis”, alertou.