Fale Conosco

3 de julho de 2012

SES analisa água para uso e consumo nas unidades de saúde do Estado



A Secretaria de Estado da Saúde (SES) vem realizando um trabalho preventivo nas unidades de saúde do Estado para garantir a qualidade da água para uso e consumo, tanto por parte dos pacientes quanto dos profissionais que disponibilizam os serviços.

De acordo com a gerente operacional de Vigilância Ambiental da SES, Djanira Lucena, o trabalho é realizado a cada seis meses, não só nas unidades de saúde como também nos reservatórios que fornecem a água para os serviços de saúde. “Se for constatado algum tipo de irregularidade temos que saber de onde surgiu para que as providências sejam tomadas”, explica Djanira.

Para realizar o trabalho, a Gerência Operacional de Vigilância Ambiental conta com o apoio do Núcleo de Fatores Não Biológicos e da Vigilância ambiental do 1ª Região de Saúde. “Temos que monitorar a qualidade da água ofertada por esses serviços e com isso garantir a saúde das pessoas e evitar qualquer tipo de contaminação pelo uso da água”, completa Djanira Lucena.

Ela explicou que, nas regionais de saúde, o trabalho é feito por um apoiador em Vigilância Ambiental que faz a coleta da água e encaminha para o Laboratório de Saúde Pública (Lacen), responsável pela análise. “Se for constatado algum tipo de anormalidade a unidade de saúde é orientada a tomar todas as providências necessárias para sanar o problema”, explica.

Já foram coletadas e analisadas a água dos Hemocentros de João Pessoa e Campina Grande, dos Hemonúcleos de Patos, Campina Grande, Cajazeiras e Guarabira, dos hospitais de Emergência e Trauma de João Pessoa, Clementino Fraga, Juliano Moreira, das maternidades Frei Damião e Edson Ramalho e hospital Arlinda Marques. Até agora nenhuma irregularidade foi constatada. “Esse trabalho será realizado em todas as unidades de saúde do Estado”, avisa Djanira Lucena.