João Pessoa
Feed de Notícias

Servidores estaduais fazem cadastro eleitoral biométrico

segunda-feira, 3 de junho de 2013 - 19:13 - Fotos:  João Francisco / Secom-PB

Os servidores estaduais que vão fazer o cadastramento biométrico na Justiça Eleitoral podem se dirigir aos postos de atendimento já instalados em órgãos do Estado e que também podem ser utilizados pelos demais eleitores. O cadastramento prossegue até o dia 21 de março de 2014.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) estima que deverão ser cadastrados cerca de 1 milhão de eleitores paraibanos. No mês passado, o Governo do Estado e o TRE-PB celebraram um termo de cooperação para reforçar o cadastramento de eleitores para o sistema biométrico de votação no Estado, com apoio de pessoal, estrutura física e logístico. Para fazer o cadastro biométrico o eleitor precisa apresentar o título eleitoral, comprovante de residência e um documento de identidade que contenha fotografia.

No posto de atendimento da Procuradoria Geral do Estado (PGE), que funciona no edifício localizado na avenida Epitácio Pessoa, a média de atendimento diário é de 70 eleitores. A senhora Deise Nóbrega acredita que o sistema eleitoral biométrico vai facilitar a vida dos eleitores e do trabalho da Justiça Eleitoral, agilizando todo o processo.

Na opinião do repórter fotográfico Marcus Antonius Gouveia de Oliveira, o sistema biométrico poderá ajudar a diminuir a fraude eleitoral. “Eu acho que vai diminuir a fraude, acho que a intenção da Justiça Eleitoral é essa e espero que funcione”, comentou.

A Casa de Cidadania de Mangabeira, em João Pessoa, também está realizando o cadastramento de eleitores, com atendimento das 8h às 17h20, de segunda a sexta-feira.

De acordo com chefe de gabinete da PGE e interlocutor do Estado na parceria, Ricardo Moreira, postos de recadastramento biométrico serão instalados no Detran-PB, PBPrev, Centro Administrativo Estadual e dentro das atividades do Programa Cidadão. Pelo TRE-PB o profissional responsável do cadastramento é o secretário de Tecnologia da Informação do Tribunal, Leonardo Lívio.