João Pessoa
Feed de Notícias

Servidores do Hospital Arlinda Marques participam de capacitação sobre a massagem Shantala

quarta-feira, 14 de setembro de 2016 - 17:58 - Fotos: 

Cerca de 60 servidores de vários setores do Complexo de Pediatria Arlinda Marques, que integra a rede hospitalar do Estado, participaram, durante a manhã desta terça-feira (13), de uma capacitação sobre a massagem Shantala, que foi ministrada pela instrutora Jéssica Lobo numa parceria com Círculo do Coração. A ideia de implantar mais esse serviço no  Hospital partiu da secretária de Saúde do Estado, Roberta Abath.  Ao final da capacitação, todos os participantes receberam certificados.

Para o diretor geral do Hospital Cláudio Teixeira Regis, com mais essa ação, o Governo do Estado mostra a sua preocupação com a saúde da criança. “O nosso compromisso como gestor é oferecer um atendimento integral aos nossos pacientes desde a parte clínica, passando pela cirúrgica e não esquecendo também a humanização dos serviços”, destacou.

A diretora administrativa, Angélica Costa, explicou que com mais essa ação o Arlinda Marques mostra a sua preocupação com a saúde da criança. “Temos procurado, por meio de ações e serviços, fazer com que as nossas crianças recebam o atendimento cada vez melhor, de forma eficiente e qualificado e acima de tudo humanizado”, destacou.

Mais informações - A “Massagem de Shantala” é uma técnica interessante, que veio da Índia e poderá ajudar o bebê a relaxar, evitar possíveis cólicas, melhorar insônia, facilita bastante a digestão e a circulação e ainda acima de tudo cria um vínculo ainda maior entre a mãe e o seu filho. Foi descoberta por um médico francês chamado Frederick Leboyer em meados dos anos 70. Em um de todos os passeios que realizou na cidade de Calcutá, na Índia, onde ele começou a perceber que uma mulher aplicava um tipo de massagem diferenciada em seu filho e ficou impressionado com as harmonias e as trocas de energia entre os dois.

Shantala é bastante interessante na fase em que o bebê ainda não tem controle sobre todos os movimentos do corpo, porque serve de estímulo. Quando ainda não rola, não senta, não engatinha e a mãe só precisa de algumas gotinhas de óleo vegetal para deslizar as mãos e aprender os movimentos corretos para atingir objetivos como acalmar o bebê, eliminar gases, cólicas e prisão de ventre ou deixar o sono mais tranquilo.

É importante salientar que não se deve utilizar a técnica de Shantala em momentos de dor e também desconforto. A massagem deverá ser associada diretamente ao prazer. A aplicação das massagens deverá ser feita nas crianças que tiverem a partir de um mês de idade e não existe uma época certa para se encerrar.

Quando o bebê começar a andar, fica bem mais difícil de fazer, pois ele não fica parado para receber a massagem. Se conseguir, não existe mal algum em continuar realizando este tipo de prática até mais tarde.

Esta técnica é muito utilizada, e já existem diversos processos diferenciados, bem como livros, e dvds sobre o assunto que vem sendo aplicado, e ainda faz o maior sucesso no mundo inteiro. A Shantala faz com que as crianças tenham uma maior harmonia e felicidade junto de sua mãe além de harmonizar possíveis desconfortos físicos do bebê.