Fale Conosco

18 de dezembro de 2017

Seminário encerra nesta quarta-feira Projeto para Educação Permanente da Rede de Atenção às Urgências



Profissionais da Macrorregião II, que é formada pela 3ª, 4ª, 5ª, 15ª e 16ª Gerências Regionais de Saúde (GRS) do Estado da Paraíba, participam nesta quarta-feira (20), em Campina Grande, do seminário que marcará o encerramento do Processo de Formação-Ação do Projeto Gestão para Educação Permanente dos Profissionais da Rede Atenção às Urgências (Geprau), realizado pelo Hospital Alemão Oswaldo Cruz em parceria com o Ministério da Saúde.

O Seminário Final acontecerá das 8h às 13h, no auditório do Centro de Formação de Educadores, localizado no bairro das Malvinas, e tem como objetivo a apresentação dos produtos do Processo de Formação-Ação (PFA) e das pactuações com os gestores envolvidos nas tomadas de decisão. Os encontros presenciais do projeto tiveram início no dia 18 de julho e foram realizados mensalmente, no auditório da 3ª GRS, em Campina Grande.

O processo de formação dos profissionais da 2ª Macrorregião de Saúde do Estado foi desenvolvido no âmbito do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS, buscando apoiar as lideranças na integração entre os componentes da Rede de Atenção às Urgências, nas ações voltadas às melhorias dos processos gerenciais e, consequentemente, na qualificação dos resultados assistenciais para os cidadãos usuários do SUS e seus trabalhadores.

Além disso, buscou contribuir para implantação do Núcleo Regional de Educação em Urgências, promovendo a educação permanente dos trabalhadores. No encerramento, são esperadas a apresentação de possíveis soluções para os desafios amplamente abordados no processo de formação-ação, para a consolidação da Rede de Atenção às Urgências, e a incorporação da Educação Permanente em saúde como ferramenta de gestão nos processos de trabalho do SUS.

Dos municípios que integram as cinco Gerências Regionais de Saúde, participaram gestores, enfermeiros e técnicos de enfermagem que trabalham na Atenção Básica, Samu, UPA, hospitais, gerências e outros órgãos relacionados às urgências dos municípios, como a Defesa Civil.