João Pessoa
Feed de Notícias

Seminário Agenda Brasil discute participação social e juventude

quinta-feira, 6 de junho de 2013 - 19:49 - Fotos: 

O seminário “Agenda Brasil: Quando o Diálogo Transforma”, promovido pela Secretaria-Geral da Presidência da República, com o apoio do Governo do Estado e da Prefeitura de João Pessoa, teve continuidade na tarde desta quinta-feira (6), na Estação Cabo Branco, com o debate “Participação Social e Juventude”.

O objetivo foi apresentar às lideranças sociais e políticas paraibanas um panorama das ações federais sobre o enfrentamento à violência contra a juventude negra no Estado, com a explicação sobre o Plano Juventude Viva, que deverá ser implantado no mês de julho na Paraíba.

A coordenadora nacional do Plano Juventude Viva da Secretaria-Geral da Presidência da República, Fernanda Papa, apresentou o funcionamento da Secretaria Nacional de Juventude, bem como suas diversas áreas de atuação em projetos como a Estação Juventude, Programa Jovem Rural, Estatuto da Violência, Acompanhamento do Projovem Urbano e as Jovens Mulheres na Política.

No entanto, o foco principal da discussão esteve voltado para as ações de combate à violência no Brasil e na Paraíba contra a população jovem negra. “É preciso identificar esses problemas na sociedade, trazer a concretude desses fatos para respondermos de forma eficaz, principalmente com o enfrentamento ao racismo. Queremos que estes jovens tenham uma legislação própria de proteção e garantia dos direitos como educação, moradia digna, direito a expressar suas crenças e justiça”, destacou a coordenadora Fernanda Papa, acrescentando que acima de tudo é preciso discutir o valor da igualdade, pois se trata de uma dívida histórica da sociedade com os negros.

O secretário nacional de Relações Político-Sociais, Wagner Caetano, ressaltou que as ações do plano, após serem implantadas, serão um ciclo permanente que a médio prazo mostrarão seus resultados. “O que acontece no cenário nacional é que tivemos uma ausência de políticas públicas para os jovens nas décadas passadas. Por isso, muitos jovens acabaram caindo no processo de exclusão, desempregados, sem educação de qualidade e acabaram divagando sem perspectivas. Agora estamos implementando uma política que tornem estes jovens com acesso aos bens do serviço público para que no futuro os pais tenham mais tranquilidade e menos jovens mortos”, disse.

Para o secretário de Juventude, Esporte e Lazer do Governo do Estado, Tibério Limeira, o momento é importante para unir forças e buscar políticas públicas de prevenção e combate à violência para que os jovens sigam o caminho da cidadania e não pelo do crime. “Hoje foi apenas a apresentação do plano, mas com o lançamento em julho essa pactuação vai gerar para a Paraíba novos recursos que vão girar em torno de R$ 30 milhões para que possamos criar um cenário mais favorável”, adiantou o secretário.

Ele acrescentou ainda que o Governo do Estado da Paraíba, por meio das secretarias, já articula ações de promoção e igualdade racial e social para os jovens. “Desenvolvemos diversas ações como o vestibular popular do PBVest, o ProJovem Trabalhador, para que os jovens possam se qualificar mais e melhor e, na área de esportes, temos focado principalmente no desporto escolar e no esporte amador”, comentou.

Além de representantes do Governo Federal, Estadual e prefeituras, o seminário contou com a participação de mais de 200 entidades e movimentos sociais que puderam tirar dúvidas e fazer questionamentos que ampliaram o diálogo e auxiliaram na criação de novas soluções.

O lançamento do Plano Juventude Viva está previsto para ocorrer no mês de julho em João Pessoa e deverá contar com a presença da secretaria nacional de Juventude, Severine Macedo, e do ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho.