João Pessoa
Feed de Notícias

Semana do Artesão é comemorada em João Pessoa e Campina Grande

segunda-feira, 18 de março de 2013 - 12:35 - Fotos:  Francisco França/Secom-PB

Mais de R$ 15 mil foram comercializados nos dois primeiros dias da Semana do Artesão, que está sendo realizada no Shopping Boulevard, na cidade de Campina Grande. Neste domingo (17), o governador Ricardo Coutinho visitou a exposição acompanhado da primeira-dama do Estado, a jornalista Pâmela Bório, coordenadora geral do Programa do Artesanato da Paraíba

O Programa do Artesanato da Paraíba atende a mais de cinco mil artesãos no apoio, divulgação e capacitação. De acordo com Pâmela Bório, a Semana do Artesão, além prestigiar os artistas, proporciona a comercialização dos  produtos artesanais. A coordenadora também falou sobre o 18º Salão de Artesanato, que vai acontecer em junho, em Campina Grande.

“A tipologia escolhida para ser tema do próximo Salão vai ser o couro, mas antes, através de uma parceria com o Sebrae, vamos capacitar os artesãos. Nossa pretensão é de que o programa capacite, até o final de 2014, artesãos dos 223 municípios paraibanos”, adiantou Pâmela.

Para a artesã Antônia do Nascimento, que integra a Cooperativa Mista Agroartesanal de Juarez Távora e participa da exposição representando o trabalho de 50 artesãos, o Programa do Artesanato da Paraíba funciona como vitrine para a venda dos trabalhos. A artesã, que trabalha com Labirinto, também é agricultora, mas em tempos de seca diz que o sustento da família tem saído exclusivamente do artesanato.

“Com a seca não podemos plantar, estamos sobrevivendo graças ao Labirinto. Agradeço a Deus, ao governador Ricardo Coutinho e a primeira-dama por essa oportunidade de expor nossos produtos através dessas feiras, graças a elas, vendemos o ano todo”, agradeceu a artesã.

Para o artesão Haroldo Willian, além de gerar renda, as feiras e salões conseguem resgatar a tradição dos brinquedos populares, que se tornam cada vez mais raros no cotidiano das crianças. “Antes do plástico vendíamos pião e brinquedos de madeiras nas feiras, mas hoje essa tradição praticamente não existe mais. Essa divulgação feita pelo Programa do Artesanato é importante para que possamos passar essa arte para as novas gerações”, defendeu o artista.

A exposição, que foi aberta no último sábado (16), vai reunir vários trabalhos de artesãos paraibanos até o dia 24 de março. Estão sendo expostos trabalhos em couro, cerâmica, brinquedo popular, fibra, madeira, tecelagem, fios, metal, algodão colorido e habilidade manual de 153 artesãos das cidades: Campina Grande, Lagoa Seca, Boqueirão, Boa Vista, Juarez Távora, Cabedelo, São Sebastião de Umbuzeiro e Ingá. O Dia do Artesão é comemorado em 19 de março.

A artesã Jô do Osso, da Cidade de Cabedelo, disse que através da arte das biojóias (bijuterias feitas a partir do osso de boi) consegue empregar nove pessoas. A ex-desempregada, que começou um curso por curiosidade, comemora os méritos alcançados se diz uma apaixonada pelo ofício que realiza há mais de 30 anos. “Comecei sozinha, não foi fácil, mas quando olho para trás e vejo que de desempregada passei a empregar pessoas, ensinar uma arte tão bonita, fico muito feliz, mas não conseguiria ir muito longe se não recebesse o apoio que recebemos do Governo do Estado”, comemorou.

Para a gestora do Programa de Artesanato da Paraíba, Ladjane Barbosa, o maior apoio aos artesãos é promover a comercialização dos seus produtos. “Com essas feiras mantemos a sobrevivência deles através das vendas dos produtos, dos contatos que adquirem, bem como das encomendas no pós-feira. Todos os anos obtemos bons resultados”, informou a gestora.

A tecelã Isa Maria Brito, da cidade de Boqueirão, aprendeu a arte de tecer com os avós e, desde criança, se dedica a fazer redes e peças artesanais. Foi através da renda obtida com a venda das peças que a artesã conseguiu formar o filho mais velho em Biomedicina. “Hoje tenho um filho formado graças às vendas realizadas nos eventos promovidos pelo Programa do Artesanato. Se não fosse isso não teria condições de pagar uma universidade particular e uma pós-graduação para ele”, disse satisfeita.

Serviço – A exposição funciona das 10h às 22h na Praça de Eventos do Shopping Boulevard, localizado na Avenida Severino Bezerra Cabral, nº 1190, bairro do Catolé, em Campina Grande.

Na Capital – Em João Pessoa, o Dia do Artesão será comemorado no Centro de Artesanato de Tambaú. Nesta terça-feira (19), os 20 lojistas e artesãos que trabalham no Centro participarão de uma palestra sobre os Conceitos do Artesanato e Ícones Paraibanos, proferida pelo curador José Nilton da Silva, presidente da Curadoria do Artesanato Paraibano. O evento começa às 17h e visa fortalecer e divulgar o setor, além de capacitar o público local para melhor atender aos visitantes.