João Pessoa
Feed de Notícias

Seis comunidades em João Pessoa debatem segurança em audiência pública

segunda-feira, 21 de setembro de 2009 - 08:12 - Fotos: 

Receber críticas e sugestões dos moradores das comunidades do Geisel, Conjunto dos Radialistas, Nova República, João Paulo II, Citex e Água Fria, sobre Segurança Pública. Esse foi o objetivo da visita do Secretário da Segurança e da Defesa Social, Gustavo Ferraz Gominho, à Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Cônego Francisco Gomes de Lima, bairro do Geisel, Capital.

O evento ocorrido sexta-feira (18), às 20h, foi sugerido pela população desses bairros e aceito pelo secretário. Estiveram presentes líderes comunitários, religiosos, professores e moradores, além do Comandante Geral da Polícia Militar, coronel Wilde de Oliveira Monteiro, do Comandante do 5º Batalhão da PM, coronel Getúlio Bezerra, Delegado Geral de Polícia Civil, Canrobert Rodrigues, Delegado Geral Adjunto, João Alves, e do delegado Antônio Álvares de Farias.

Na ocasião, Gustavo Ferraz Gominho se comprometeu em verificar a possibilidade de atender a um dos principais pleitos da população, que é a reabertura da 4ª Delegacia Distrital da Capital, localizada no bairro do Geisel. “O projeto já está pronto e em fase de licitação. A dificuldade está no efetivo da Polícia Civil que é reduzido”, revelou Gustavo Gominho.

Segundo o secretário, de 2004 para 2009, 250 delegados de Polícia Civil deixaram os quadros do Estado. “Eles passaram em outros concursos e hoje temos 301 delegados para atender aos 223 municípios da Paraíba. O concurso que está em andamento poderia resolver esse problema, mas herdamos um processo em que só são oferecidas 33 vagas para esse cargo”, destacou.

Gustavo Gominho ainda reconheceu a importância da reunião para que fossem expostas as dificuldades enfrentadas pela comunidade desses bairros. “Por isso estou realizando audiências públicas em toda a Paraíba, com o objetivo de criar um Plano Estadual de Segurança. Quero consultar a população de forma democrática, sem medo de receber críticas”, lembrou.

Já o Comandante da PM chamou a atenção para a necessidade de que polícia e comunidade trabalhem juntas no combate à violência. “De acordo com a Constituição Federal, a segurança pública é dever do Estado e responsabilidade de todos. Por isso esse problema não é caso de polícia e sim um problema social, que deve ser combatido com união”, frisou Monteiro.

Na oportunidade, o comandante também apresentou números de ocorrências à população. Segundo ele, no bairro do Geisel, no primeiro semestre deste ano, foram registrados quatro homicídios, o dobro do que foi contabilizado no mesmo período em 2008. Já no que se refere a roubos a pessoa, no mesmo período, foram registrados 31 em 2008 e 20 em 2009. “Nosso trabalho agora, em toda a Paraíba, é científico, identificando os perfis das vítimas e dos agressores, os dias em que esses crimes acontecem e os horários, para que a atividade ostensiva da PM possa ser realizada de maneira eficaz”, explicou o coronel.

De acordo com o líder comunitário Gilvandro Inácio da Silva, a ida do secretário e de seus auxiliares foi um momento histórico para a população do Geisel, Conjunto dos Radialistas, Nova República, João Paulo II, Citex e Água Fria. “Nunca algum deles se prontificou a vir para junto do povo, discutir os problemas de insegurança por que passamos. Nunca houve essa interação”, revelou.

Investimentos – Durante a reunião no bairro do Geisel, Gustavo Ferraz Gominho destacou vários investimentos do Governo do Estado em Segurança Pública. Entre eles, R$ 10 milhões em recursos do Departamento de Trânsito da Paraíba para a aquisição de 120 caminhonetas cabine dupla, tracionadas, e cem motocicletas. “Vinte dessas caminhonetas irão para a Zona Rural, compor a Patrulha Rural. As outras cem serão destinadas para a Polícia Militar e para a Polícia Civil, sendo 80 para a primeira e 20 para a segunda”, explicou Gustavo Gominho, acrescentando que, com recursos do Governo Federal, ainda serão adquiridas mais 12 caminhonetas.
 
“Essa frota será somada aos carros locados, que não serão devolvidos, e ainda a mais de duzentas bicicletas que serão compradas com dinheiro do Fundo Estadual de Segurança Pública, para atender tanto a orla quanto outros bairros da Capital”, detalhou o secretário.
 
Como forma de combate à violência, Gustavo Gominho também destacou a recente criação do Grupo Especial de Capturas, que já prendeu 16 acusados de crimes cometidos na Paraíba, que estavam foragidos. Outro ponto frisado foi o reforço da Patrulha Escolar, com as motos que estão sendo adquiridas.

“Além disso, o governador prorrogou o prazo de validade do concurso da PM e existe a expectativa de que mil homens sejam chamados a trabalhar até 2010”, disse Gominho, anunciando que uma turma com 860 policiais militares será formada em dezembro deste ano.

Adryana Araújo,  com fotos de Isael Alves, da Secretaria da Segurança e da Defesa Social