João Pessoa
Feed de Notícias

Segurança terá mais 424 policiais civis em março para 10 cidades

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011 - 11:00 - Fotos: 
O Sistema de Segurança Pública da Paraíba ganhará reforço de 424 policiais que concluirão, em março, o Curso de Formação na Academia de Ensino de Polícia Civil. São 30 delegados, 180 agentes de investigação, 81 escrivães, 26 peritos médicos, 16 peritos em odontologia, 16 peritos químicos, 35 peritos criminais, 18 necrotomistas e 24 técnicos em perícia, que ficarão ligados à Secretaria de Segurança e Defesa Social.

Esta é a primeira turma de formandos do concurso público que teve processo iniciado em 2008 e ofereceu 1.162 vagas. Dos 450 convocados para o curso de formação iniciado em novembro de 2010, 26 candidatos desistiram.

Os 30 delegados de polícia, os 180 agentes de investigação e os 81 escrivães de polícia, após a conclusão do curso e a nomeação, vão atuar nos municípios de João Pessoa, Campina Grande, Guarabira, Patos, Monteiro, Itaporanga, Picuí, Catolé do Rocha, Cajazeiras e Itabaiana.

O diretor-geral da Academia de Ensino de Polícia Civil, delegado Bérgson Almeida de Vasconcelos, afirmou que os novos policiais e peritos estão sendo formados com o que há de mais moderno na capacitação de policiais civis e todos já ingressam na Academia com graduação em algum curso superior.

De acordo com o delegado Bérgson, está prevista a formação de mais três turmas de candidatos aprovados e classificados no concurso público da Polícia Civil. Os cursos são oferecidos nos três turnos, e entre as disciplinas oferecidas de acordo com a Matriz Curricular Nacional, estão Direitos Humanos, Qualidade no Atendimento, Defesa Pessoal, Uso Gradativo da Força, Tiro, Tática e Abordagem Pessoal. O atual diretor-geral da Academia de Ensino de Polícia é natural de João Pessoa e delegado de polícia concursado no ano de 2003.

A coordenadora pedagógica da Academia, delegada Anny Karoline Carneiro Maciel, revelou que os cursos têm em média 32 disciplinas teóricas, práticas, operacionais, científicas, dentre outras áreas do conhecimento. Os mais de 100 professores são especialistas de diversas instituições de ensino.

Referência no Nordeste – Além de paraibanos os alunos se vêm de outros Estados, entre eles Pernambuco, Rio Grande do Norte, Alagoas, São Paulo, Rio de Janeiro e Ceará. Anny Karoline acrescentou que tanto os alunos quanto os professores de outros estados têm avaliado que o nível do conteúdo oferecido pela Academia de Ensino da Polícia Civil da Paraíba é superior ao de outras instituições.

A aluna do curso de Delegado de Polícia Civil, Karla Viviane de Sousa Rego, nascida em Natal-RN, afirmou que a estrutura da instituição é excelente e o curso é bem planejado. Ela destaca também o grau elevado dos professores e de determinadas disciplinas, incluindo as de Crimes Cibernéticos e Direção Defensiva.

O aluno do Curso de Agente de Investigação, Getro Xavier da Costa Lopes, também natural do Rio Grande do Norte, elogiou o perfil dos professores, todos especializados em Segurança Pública. Getro é ex-policial militar do RN e atualmente cursa Comunicação Social, em Natal, além do curso de Agente de Investigação em João Pessoa.

O monitor-geral da Academia de Ensino de Polícia Civil, Zenildo Cordeiro Padilha, com cursos em Academias de Tiro nos Estados Unidos e no México, afirmou que o Estande de Tiro da Academia de Polícia da Paraíba tem a melhor infraestrutura da América Latina, com cenário próprio. O curso é o único no Brasil onde o aluno dispara de 100 a 150 tiros durante sua formação. A média no Brasil é de 30 tiros por aluno.