João Pessoa
Feed de Notícias

Segurança Pública ganha reforço de mais 49 novos militares neste sábado

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010 - 19:57 - Fotos: 
Um total de 49 novos militares passará a reforçar a segurança pública da Paraíba a partir deste sábado (11). São 29 policiais e 20 bombeiros que serão enviados, principalmente, para cidades do interior  do Estado. Eles fizeram  parte da turma de oficiais formada nessa sexta-feira (10) pelo Centro de Ensino da PM, em Mangabeira. Ao todo, foram 87 formandos. Os outros 38 pertencem à  Polícia Militar de Tocantis, Amapá, Sergipe e Pernambuco, que vieram concluir o curso, em regime de intercâmbio, na Paraíba.

A solenidade contou com a presença do secretário de Estado de Segurança e Defesa Social, Gustavo Gominho, que representou o governador José Maranhão; do comandante geral da PM, coronel Wilde Monteiro; do comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Ricardo Rodrigues; e do secretário de Estado de Cidadania e Administração Penitenciária, Carlos Mangueira.

Na ocasião, ainda houve uma homenagem a dez oficiais reformados da PM que concluíram o curso nos anos de 1958 e 1970. Eles receberam insígnias em sinal de respeito e reconhecimento dos serviços prestados à corporação ao longo desses anos.

Através de nota divulgada durante a solenidade, o coronel Wilde Monteiro destacou que o curso de formação de oficiais não termina com a formatura. Ele disse que o aprendizado dos policiais é algo permanente e tem o objetivo de melhorar a qualidade do serviço prestado à sociedade.

O secretário Gustavo Gominho observou que a cerimônia de formatura de oficiais é um divisor de águas na vida dos novos militares. “Isso não é apenas a realização de um sonho de quem um dia decidiu, de forma  voluntária, ser um policial ou um bombeiro, mas um compromisso firmado de servir bem à sociedade’, afirmou.

O curso teve duração de três anos. Foram mais de 3.300 horas de aulas, ministradas em regime de internato. Entre outros assuntos, os formandos obtiveram conhecimentos em legislações, relações humanas, gestão de pessoas, administração e defesa pessoal. O curso de oficiais é reconhecido pelo Conselho Estadual de Educação e forma profissionais em nível superior. Os oficiais saem da academia com o diploma de bacharel em Segurança Pública.

Os novos militares passarão seis meses trabalhando nas ruas como aspirantes a oficiais. Após esse período, eles serão promovidos a primeiro tenente. Apenas os dois primeiros colocados nos cursos de formação para polícia e bombeiros não passarão por esse estágio. Por terem obtido as melhores notas durante as aulas, eles foram promovidos durante a formatura ao cargo de segundo tenente. Weniston Queirós Souza de Góis, da Polícia Militar; e Ivon Oliveira Araújo Filho, do Bombeiro, foram os dois promovidos.

Nathielle Ferreira, com fotos de João Francisco, da Secom