Fale Conosco

23 de fevereiro de 2017

Segurança garante tranquilidade para foliões durante desfile das ‘Muriçocas do Miramar’



Os foliões do maior bloco das prévias carnavalescas de João Pessoa, o ‘Muriçocas do Miramar’, desfilaram com tranquilidade na noite desta quarta-feira (22) e madrugada de quinta (23). Em mais uma noite de festa, o trabalho de prevenção e repressão qualificada das Forças de Segurança da Paraíba – Polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros Militar, não registrou ocorrências graves no perímetro do evento.

Desde o início da concentração do bloco até o fim do desfile, policiais militares conduziram 27 pessoas até o posto de Comando e Controle da instituição, instalada em frente ao supermercado Pão de Açúcar: seis por desordem, cinco por agressões, e quatro flagradas portando facas, três portando loló, três por roubo de celulares, dois por rixa, uma por tráfico de drogas, uma por posse de objeto suspeito, uma por desacato e uma por ato obsceno.

Os casos de tráfico de drogas, desacato e resistência à prisão foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil para instauração de procedimento. O caso de roubo de celulares resultou na prisão de três mulheres, todas do bairro de José Pinheiro, em Campina Grande, e que são suspeitas de integrar uma quadrilha responsável por esses crimes contra foliões que participavam do bloco. Com elas foram recuperados vários aparelhos de marcas variadas e ainda uma carteira masculina.

Os policiais civis estiveram presentes no corredor da folia e também trabalhou com três pólos de plantão para atender especificamente às demandas da festa: Delegacia Móvel, 3ª Delegacia Distrital, na Avenida Epitácio Pessoa e 10ª Delegacia Distrital, em Tambaú. Nessas unidades, um total de 25 ocorrências foram registradas, sendo 24 ocorrências por crimes patrimoniais (furtos e roubos) e uma ocorrência por lesão corporal. Dois flagrantes foram lavrados, sendo um  por tráfico de entorpecentes ( cocaína) e um por furto qualificado e associação criminosa; e dois Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO), um por desacato e outro por lesão corporal. A 12ª Delegacia Distrital, que fica em Manaíra, também esteve funcionando durante a noite e madrugada, assim como a Central de Polícia, no bairro do Geisel.

O trabalho dos bombeiros militares também foi positivo. Distribuídos ao longo da avenida e em pontos estratégicos de atendimento, eles realizaram um total de 92 intervenções, sendo 43 atendimentos de natureza pré-hospitalar, um caso de criança perdida que foi devolvida aos responsáveis e uma ocorrência envolvendo isolamento de fio energizado para evitar choques elétricos.  Outras 47 atuações foram de natureza preventiva, a fim de evitar acidentes, incêndios e afogamentos.

Entre essas ações se destacam a distribuição de 23 pulseiras de identificação para crianças, 15 informações prestadas ao público e nove advertências. No balanço geral, 497 atendimentos já foram prestados pelo Corpo de Bombeiros durante as prévias carnavalescas de João Pessoa, sendo a maioria deles de cunho preventivo. O esquema da corporação para as festividades conta com mais de 300 militares empregados somente nos perímetros dos blocos, com atenção especial para aqueles de maior alcance.