João Pessoa
Feed de Notícias

Segurança aumenta apreensão de drogas e avança no combate ao tráfico

domingo, 30 de dezembro de 2012 - 14:09 - Fotos: 

O ano 2012 foi marcado por grandes operações policiais na Paraíba, boa parte delas focada no combate ao tráfico de entorpecentes. O resultado do trabalho das polícias estaduais foi um aumento das apreensões de drogas em todo o Estado. De janeiro até 27 de dezembro, foram apreendidos cerca de 700 quilos de entorpecentes. O maior número de apreensões aconteceu na Capital e Região Metropolitana.

Merece destaque a atuação da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Capital (DRE), ligada à Gerência Executiva de Polícia Civil Metropolitana. As equipes que atuam na Especializada prenderam em flagrante 162 pessoas, todas autuadas por tráfico de drogas e/ou associação ao tráfico.

A DRE contabilizou também a apreensão de 232,22 quilos de maconha, 59,56 quilos de crack e 11,67 quilos de cocaína. A quantidade de maconha e cocaína superou de maneira expressiva o volume apreendido em 2011, quando foram apreendidos apenas 26 quilos de maconha e um quilo de cocaína. Já a quantidade de crack, no ano passado, foi maior que em 2012, totalizando 92 quilos.

Juntamente com as drogas, os policiais civis da DRE também retiraram de circulação 34 armas de fogo e 793 munições. Entre o arsenal apreendido, uma pistola de calibre 40 e outra de calibre 9 mm. Um fuzil também foi apreendido em 2012, durante o trabalho conjunto realizado com a Delegacia de Crimes contra a Pessoa (Homicídios) da Capital.

De acordo com o delegado titular da DRE, Állan Murilo Terruel, as diversas operações permitiram identificar, localizar e prender os principais integrantes de organizações criminosas. “Durante as diversas operações conseguimos prender líderes e gerentes do tráfico e, o que é muito importante, descapitalizar essas organizações. Isso asfixia os demais integrantes ativos e impede a continuidade do tráfico de drogas”, observou o policial.

Állan Murilo explicou ainda que o aumento das apreensões de maconha reflete a estratégia adotada pela Especializada ao longo do ano. “Em 2011, a DRE atuou focada no combate ao crack, desarticulando diversos grupos que abasteciam o comércio com este tipo de entorpecente. Este ano, acompanhando a dinâmica do crime, focamos nas apreensões de maconha e obtivemos um grande resultado, com uma apreensão nove vezes maior que em 2011”, avaliou.

Operações - Entre as principais operações de repressão ao comércio de entorpecentes realizadas em todo o Estado estão: a Operação Liberdade, iniciada em agosto, apreendendo mais de 100 quilos de maconha; Operação Muralha, no mês de junho, quando a Polícia Militar apreendeu 40 quilos de maconha no Cariri e Sertão; e a apreensão recorde de 30 quilos de cocaína feita pela DRE na Capital, no dia 30 de novembro. Em duas semanas, a Gerência de Polícia Civil Metropolitana chegou a apreender 57 quilos de droga.

A última grande apreensão aconteceu no dia 21 de dezembro deste ano. A operação Apocalipse encontrou 50 quilos de maconha no município de Pilar, região do Brejo paraibano. Quatro pessoas foram presas em flagrante. O trabalho também contou com o apoio de policiais da Gerência Executiva de Polícia Civil Metropolitana.

O secretário de Estado da Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, destacou o empenho de todas as forças policiais no combate às drogas. “Esse aumento se deve ao trabalho continuado e ao empenho de todas as polícias. Um resultado extremamente importante que incide diretamente na redução do número de mortes violentas, que é o grande foco desta gestão. Em 2013, vamos continuar investindo nessas ações e buscando resultados ainda melhores”, ressaltou.