João Pessoa
Feed de Notícias

Segurança Alimentar é tema de palestra no Restaurante Popular de Mangabeira

quinta-feira, 1 de novembro de 2012 - 16:28 - Fotos:  Kleide Teixeira / Secom-PB

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh) realizou, na manhã desta quinta-feira (1º), no Restaurante Popular de Mangabeira, um balanço das ações realizadas pelo Governo do Estado sobre segurança alimentar e nutricional para parceiros do órgão. Entre as iniciativas apresentadas, o avanço do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) que passou de 14 municípios assistidos pelo Governo para atender a mais 171 municípios paraibanos.

Para iniciar as atividades, foi proferida uma palestra com a nutricionista da Sedh, Talita Pereira, que ressaltou a importância de uma alimentação saudável. Ela frisou sobre o cuidado que o Núcleo de Segurança Alimentar da Secretaria tem com os programas que coordena, entre eles, o Restaurante Popular.

“Procuramos desenvolver uma alimentação saudável e balanceada para atender uma pessoa adulta. Além de realizar visitas periódicas aos quatro restaurantes mantidos pelo Governo do Estado também fazemos pesquisas com os usuários para saber o que precisa melhorar”, afirmou.

PAA – Para o coordenador do PAA no Estado, Ângelo Viana, o Governo está vivendo um momento expressivo com a expansão do programa no Estado.

“Na próxima semana estarei em Brasília para conhecer o novo processo do Programa, que realiza pagamento direto do Ministério para a conta do agricultor. Também estamos adquirindo equipamentos modernos, impressoras portáteis e implantamos a nota fiscal eletrônica em setembro, o que facilita o recebimento do dinheiro para o agricultor”, explicou.

O coordenador ressaltou que o PAA foi implantado em 2011 e, mesmo com a estiagem, foram adquiridos mais de 600 toneladas de alimentos, com um investimento de quase R$ 1 milhão.

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é uma parceria entre o Governo do Estado e Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). O programa beneficia diretamente o pequeno agricultor familiar, gerando emprego e renda, além de promover a assistência social para as pessoas em vulnerabilidade econômica com a doação da produção adquirida.

Mais ações – Ainda na Sedh, visando segurança alimentar e geração de emprego e renda, em parceria com o MDS, foi implantado o projeto de atividades de segurança alimentar e nutricional nas comunidades tradicionais.

Neste ano, foram capacitadas 11 comunidades indígenas e três quilombolas, totalizando cerca de 400 famílias preparadas para o manuseio com plantação e criação de aves.

Segundo a chefe do Núcleo de Segurança Alimentar da Sedh, Jacileide Lopes, os técnicos que atuam no programa visitaram as comunidades para ensinar as famílias a lidarem com o cultivo de hortas e criação de aves.

Parceiros – Participaram do evento, além de Jacileide Lopes e Ângelo Viana, a coordenadora do programa Comunidades Tradicionais, Adelina Moreira e técnicos da Sedh.

O superintendente da Companhia de Abastecimento de Alimentos (Conab), Gustavo Guimarães, destacou as parcerias com o órgão. “O principal desafio deste início de século é justamente garantir a segurança alimentar e nutricional da população brasileira. Neste sentido, a Conab tem programas para que as pessoas possam sair de zona de pobreza para desenvolver projetos. Assim, a Conab e o Governo do Estado garantem a concepção de projetos, além da extensão rural em parceria com a Emater para atingirmos os produtores rurais mais necessitados”, destacou.

Entre os convidados, também estiveram presentes representantes da Empresa Paraibana de Abastecimento e Serviços Agrícolas (Empasa) e Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater-PB), além de membros do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea-PB).