João Pessoa
Feed de Notícias

Segundo Dia ‘D’ da Campanha de Vacinação contra Pólio e Sarampo aberto em Cajazeiras

sábado, 22 de novembro de 2014 - 14:59 - Fotos:  Ricardo Puppe/Secom-PB

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com a Prefeitura de Cajazeiras, abriu neste sábado (22), por volta das 9h, o segundo “Dia D” da Campanha Nacional de Vacinação contra Pólio e Sarampo na Paraíba. O evento aconteceu na Praça da Prefeitura de Cajazeiras e contou com as presenças da gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Renata Nóbrega; da gerente regional de Saúde de Cajazeiras, Edjane Leite; da prefeita Denise Albuquerque; da diretora do Hospital Regional de Cajazeiras, Maura Sobreira, entre outras autoridades.

O primeiro “Dia D” ocorreu no dia 8 de novembro, em João Pessoa, e a campanha segue até o próximo dia 28. As duas vacinas estão sendo oferecidas nas Unidades de Saúde da Família de todos os 223 municípios paraibanos. A meta é vacinar contra a pólio, em todo Estado, 262.008 crianças com idade entre seis meses e cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias). Até agora, já foram vacinadas 58,62% da meta.

Contra o sarampo, a meta é vacinar 233.567 crianças de um a cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), e até agora foram vacinadas 53,3% da meta. Entre 2013 e 2014, foram registrados 596 casos de sarampo no país, com maior concentração nos estados do Ceará (365) e Pernambuco (224). Na Paraíba, neste ano, foram notificados 42 casos suspeitos, mas nenhum foi confirmado. Já em 2013, foram 169 casos suspeitos notificados, dos quais seis foram confirmados em João Pessoa, um em Cabedelo e dois em Caaporã.

Quanto a poliomielite, desde 1990 não são registrados casos no país. Por conta disso, em 1994 o Brasil recebeu da OPAS a Certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem, juntamente com os demais países das Américas.

De acordo com a gerente executiva de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde, Renata Nóbrega, o evento é uma oportunidade para fazer um chamamento à população sobre a importância da vacina, com o objetivo de manter a vigilância e prevenção das doenças já erradicadas e eliminadas. “Para que as metas sejam alcançadas é necessário o envolvimento de todos, especialmente das equipes de saúde, para fazer a busca ativa das crianças que ainda não foram imunizadas e também dos pais”, disse.

A diretora geral do Hospital Regional de Cajazeiras, Maura Sobreira, destacou que a vacina vem para fortalecer o trabalho de prevenção a fim de diminuir a incidência de doenças imunopreveníveis.

Já a prefeita de Cajazeiras, Denise Albuquerque, defendeu que a vacina evita e previne doenças graves. Ela garantiu que vai intensificar a campanha na cidade com o objetivo de cumprir a meta preconizada pelo Ministério da Saúde, por meio das equipes de saúde e também das emissoras de rádio, conscientizando os pais sobre a importância de manter a vacina em dia.

A gerente regional de Saúde de Cajazeiras, Edjane Leite, disse que a cidade foi escolhida por concentrar um maior número de serviços da saúde no Estado e por representar um complexo territorial de 15 municípios. Segundo adiantou, a intenção é dar visibilidade à campanha e fazer com que as equipes de saúde da família se mobilizem e que os pais cumpram o papel de levar os filhos até as unidades para serem vacinados.

A psicóloga Francielma Oliveira aproveitou a oportunidade para vacinar a filha, Karen Letícia, de 2 anos e 11 meses. “Não havia trazido minha filha antes porque ela estava com uma crise de sinusite, então resolvi atualizar nesse segundo dia D. Entendo perfeitamente a importância da vacina, prova disso, é que sempre mantive em dia a caderneta de vacinação do meu outro filho, que hoje tem 11 anos. Vacina para mim significa zelo, cuidado e amor”, disse a mãe.

Por causa da correria do dia a dia a enfermeira Symara Abrantes, mãe do pequeno Daniel, de 4 anos, só conseguiu vacinar o filho nesse sábado. “Entendo que a imunização contribui para que a criança tenha uma vida saudável e fique protegida, por isso trouxe meu filho hoje aqui”, argumentou.