João Pessoa
Feed de Notícias

Segunda semana do projeto Cardume tem espetáculos para crianças e adultos

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016 - 09:32 - Fotos:  Divulgação

Lançado este mês pela Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc), o Projeto Cardume chega na segunda semana com atrações de teatro, dança e circo para públicos de diferentes faixas etárias. Para quem gosta de dança, a opção é a ‘Noite de Solos’, nesta quinta-feira (14), com performances de Ana Marques, Joyce Barbosa e Lilian Maranhão, no Teatro Paulo Pontes, às 20h.

Na sexta-feira (15), no mesmo horário e local, a Cia Jazztual de Teatro apresenta ‘Os Malefícios do Fumo’. No sábado (16), o mesmo palco recebe, às 17h, o Ballet Jovem da Paraíba com o espetáculo “Enquanto o Tempo Chega”. À noite, às 20h, tem circo com a Cia. Lua Crescente e a peça “As Engraxadinhas” no Paulo Pontes e “Contrastes de um Clown” com a Cia. de Artes A Diferença, no Lima Penante. Para todos os espetáculos a entrada custa R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

A segunda semana encerra com três peças no domingo (17), começando com “Zé Lins, o Pássaro Poeta”, do grupo Engenho Imaginário de Teatro, às 17h, no Paulo Pontes. O mesmo palco recebe, às 20h, a Tribo Éthnos (dança) com o espetáculo “Ethnotron Ghetto Experiment”. Já no Lima Penante, às 20h, o foco é o circo com o grupo Olha Eu Aqui e o espetáculo “Riso Mágico”. 

Sobre o projeto – Tomando como base a ideia de coletivo e a perfeita sincronia entre os membros de uma mesma equipe, os peixes que habitam os espelhos d’água do Espaço Cultural José Lins do Rego serviram de inspiração para o nome do projeto de ocupação lançado pela Funesc na primeira semana de janeiro. Intitulada “Cardume”, a ação traz mais de 20 espetáculos de teatro, dança e circo. A abertura aconteceu no dia 7 de janeiro e a programação se estende até o dia 24, com apresentações de quinta a domingo nos teatros Paulo Pontes e Lima Penante.

O projeto nasce da necessidade de ocupar esses locais durante o mês de janeiro, além de oferecer mais uma opção de lazer aos turistas que visitam a capital paraibana durante o período de alta estação. A ideia é proporcionar um ambiente de circulação de espetáculos paraibanos. A curadoria dessa primeira edição fica por conta dos fóruns de teatro, dança e circo, representados por Antônio Deol, Rafaela Lira e Marinalva Rodrigues, respectivamente.

O Cardume é uma iniciativa da Funesc desenvolvida por meio das coordenações de teatro (Suzy Lopes), dança (Ângela Navarro) e circo (Diocélio Barbosa), áreas envolvidas no projeto. Além de estabelecer uma consistente agenda de programação ao longo do mês de janeiro, o projeto dá acesso ao público em geral ao que está sendo produzido na cena paraibana. Verdadeira vitrine para grupos de artistas paraibanos, o projeto contribui para a formação de público oferecendo atrações de alto nível com preços populares.

Sinopses

Noite de Solos – A intenção desse projeto é apresentar ao público cinco trabalhos em coreografias solos, sendo três deles inéditos (em término de fase de criação) e dois deles reapresentações. As artistas bailarinas-intérpretes são Ana Marques, Lília Maranhão e Joyce Barbosa, também criadoras dos solos. Os trabalhos a serem apresentados se complementam e se interseccionam, sendo assim, a Noite de Solos um projeto de parcerias artísticas em dança na cidade de João Pessoa (PB). Dançarinas: Ana Marques, Joyce Barbosa e Lilian Maranhão. 

Os Malefícios do Fumo - A peça foi escrita por Anton Tchekhov em 1887, tendo recebido uma segunda versão 1904. Ficou por muito tempo desconhecida pelo grande público, talvez por se tratar de um monólogo. “Os Malefícios” constitui uma pequena obra prima da dramaturgia mundial e possui as marcas típicas da poética tchekhoviana: a brevidade, a economia de procedimentos, a linguagem despojada, irônica, o humor e o aprofundamento psicológico das personagens.

Ivan Ivánovitch Niúkhin, homem casado, cuja esposa é dona de um pensionato de mulheres, encontra-se sozinho num pequeno auditório, onde se prepara para proferir uma palestra sobre os malefícios do fumo. Mal começa a conferência dispara a falar detalhes íntimos de sua vida conjugal. Nesta montagem e adaptação do texto de Tchekov, o personagem Ivanovitch  divide a cena com um misterioso palhaço que partilha com o público uma experiência teatral/musical  muito além daquela sugerida no texto original de Tchekov.

Grupo: Cia. Jazztual de Teatro

Direção e encenação: Daniel Araújo 

Enquanto Tempo Chega – O espetáculo surgiu da vontade de não perder o que se tem nas mãos. A partir de três coreografias individuais prontas, criadas para três bailarinas, encontramos outras motivações para a criação coletiva de uma coreografia única. Com a entrada de mais quatro bailarinas, juntamos a experiência com a juventude das técnicas, já existente nas coreografias iniciais. Uma coreografia que une o gestual do cotidiano a movimentos e passos virtuosos típico-tradicionais do balé clássico. Como forma de mostrar o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Grupo Ballet Jovem da Paraíba.

Grupo: Ballet Jovem da Paraíba

Direção: Itamira Barbosa | Concepção, criação coreográfica:: Denilce Regina | Bailarinos: Heloisa Alves , Denilce Regina, Heloá Vidal, Rodolfo Pereira, Pamella Barbosa, Tâmara Ribeiro, Laysa Silva

As Engraxadinhas – É um espetáculo que homenageia as mulheres palhaças, no qual se faz uma releitura de grandes esquetes tradicionais, que tanto brilharam nas mãos dos mestres palhaços. Elas que, quase nunca aparecem no picadeiro com a responsabilidade do ser palhaço, vêm agora aos poucos conquistando um espaço que até então era exclusivo dos homens. Apresentando com maestria e respeito a mais bela das heranças deixadas no circo, as esquetes e gags, que por muitos anos arrancaram gargalhadas e aplausos de todos os espectadores pelo mundo.

Grupo: Cia. Lua Crescente

Direção: Kleber Marone | Elenco: Marinalva Rodrigues, Naylane Cavalcanti, Kleber Marone | Sonoplastia: Adriana Ramalho | Figurino: Adriano Bezerra

Contrastes de um Clown -  O espetáculo trata das polaridades cômicas e dramáticas do clown, através da construção de cenas que investigam o palhaço Sony. Relatando o interno e externo da vida de um palhaço. Um espetáculo que utiliza de projeções audiovisuais, trazendo um mergulho na vida de Sony. Uma viagem no interior humano, que possibilitará uma reflexão de comportamentos e sentimentos humanos, do público a partir das referências do palhaço.

Grupo: Cia. de Artes A Diferença

Texto e direção: Erickson Canuto.

Zé Lins, o Pássaro Poeta - Espetáculo teatral infanto-juvenil, baseado na obra de Ana Maria Machado (‘O menino que virou escritor’) com texto e direção de Valeska Picado. Inspirado no teatro de Ilo Krugli, traz a magia e o poder da fantasia, é uma viagem pela fascinante história do escritor regionalista brasileiro José Lins do Rego. Com histórias e canções, os atores brincantes David Muniz, Naná Vianna e Nina Elssia interpretam alguns dos personagens dessa jornada: a vida do menino Dedé que se tornou homem e poeta. O maestro Carlos Anísio encanta ao som do violão, Valeska Picado e Itamira Barbosa dirigem esse barco de emoções que navega pelo coração das crianças e de todos aqueles que guardam no jardim de suas vidas, a infância.

Grupo: Engenho Imaginário de Teatro

Texto e direção: Valeska Picado | Assistente de direção e coreógrafa: Itamira Barbosa | Diretor musical e músico: Carlos Anísio| Elenco: David Muniz e Naná Vianna 

Ethnotron Ghetto Experiment – O Projeto Ethnotron – Ghetto Experiment é resultado de uma investigação do Coletivo Tribo Éthnos priorizando a linguagem gestual das danças urbanas e sua integração com técnicas e referências de vários estilos de dança (dança de rua, danças étnicas, danças populares, balé, etc.), artes marciais e Yôga numa abordagem contemporânea e algumas descobertas e conexões que há vinte e cinco anos fazem parte dos processos criativos e descobertas do grupo. “Ethnotron – Ghetto Experiment” pretende se valer de experimentos coreográficos que referendam sua trajetória e contatos com várias técnicas, dando ênfase especial a dança de rua (danças urbanas) e a partir disso elaborar metodologias e vocabulários para os próximos trabalhos do grupo.

Grupo: Tribo Éthnos

Direção: Vant Vaz | Elenco: Kyuubi, Vant Vaz, Kenshin, Izzah, Cottonete, Bob, Subzero

Riso mágico – Show Riso Mágico, mágica feita para divertir. É um show de humor com mágicas interativas, proporciona situações engraçadas e improvisadas das mais diversas formas. Com muita música, efeitos e participação do público tanto no palco quanto na plateia. Um Show ideal para toda a família.

Grupo: Olha Eu Aqui (PB)

Direção: Smith Masak | Elenco: Smith Masak  

 

Serviço:

Projeto Cardume –  7 a 24 de janeiro

Teatro –  dança –  circo

Ingressos: R$ 10 (inteiro) e R$ 5 (estudante)

PROGRAMAÇÃO: 

Quinta, 14

20h –  Teatro Paulo Pontes

Noite de Solos –  Dançarinas: Ana Marques, Joyce Barbosa e Lilian Maranhão | dança 

Sexta, 15

20h –  Teatro Paulo Pontes

Os Malefícios do Fumo –  Grupo: Cia Jazztual De Teatro | teatro

Sábado, 16

17h –  Teatro Paulo Pontes

Enquanto o Tempo Chega –  Grupo: Ballet Jovem da Paraíba | dança

20h –  Teatro Paulo Pontes

As Engraxadinhas –  Grupo: Cia. Lua Crescente | circo

20h –  Teatro Lima Penante

Contrastes de um Clown –  Grupo: Cia. de Artes a Diferença | circo

Domingo, 17

17h –  Teatro Paulo Pontes

Zé Lins, o Pássaro Poeta –  Grupo: Engenho Imaginário de Teatro | teatro

20h –  Teatro Paulo Pontes

Ethnotron Ghetto Experiment –  Grupo: Tribo Éthnos | dança

20h –  Teatro Lima Penante

Riso Mágico –  Grupo: Olha Eu Aqui | circo

Quinta, 21

20h –  Teatro Paulo Pontes

Acorda, Aurora! A Comédia! –  Grupo: Cia. Rataplan | circo

Sexta, 22

20h –  Lebenswelt –  Grupo: Paralelo Cia de Dança | dança

Sábado, 23

17h –  Teatro Paulo Pontes

Festa Dos Contos –  Grupo: Cia. de Teatro Encena | teatro

20h –  Teatro Paulo Pontes

Mercedes –  Grupo: Galharufas Companhia de Teatro | teatro

20h –  Teatro Lima Penante

Saudade, Meu Remédio é Dançar –  Grupo: Cia. Procê Jovem | dança
Domingo, 24

17h -  Teatro Paulo Pontes

E Se Conversássemos -  Grupo: Ballet Jovem da Paraíba

20h -  Teatro Paulo Pontes

Clownssicos -  Uma Nova Velha História de Amor -  Cia. dos Clownssicos | circo

20h -  Teatro Lima Penante

Saudade, Meu Remédio é Dançar -  Grupo: Cia. Procê Jovem | dança