João Pessoa
Feed de Notícias

Segunda etapa da Adutora do Congo será concluída em 2010

terça-feira, 20 de outubro de 2009 - 11:34 - Fotos: 

A previsão é do governador José Maranhão em seu programa de rádio “Palavra do Governador”, na manhã desta terça-feira (20). A obra iniciada na segunda gestão de Maranhão foi paralisada nos últimos seis anos e retomada no atual Governo. Esta segunda fase da adutora vai assegurar água de qualidade para os municípios de Amparo, Gurjão, Prata, Livramento, Ouro Velho, São José dos Cordeiros, e Parari e compreende 140 quilômetros de extensão.
 
O sistema vai garantir água tratada a cerca de 24 mil habitantes de sete municípios paraibanos do Cariri Ocidental. Além da adutora, o Governo do Estado vem executando simultaneamente os sistemas de Acauã, Capivara, São José e a Transposição Litorânea.

O valor do contrato do Sistema Adutor do Congo (2ª Etapa) é de R$ 14.887.883,43, e tem como principal fonte de recursos financeiros o Programa de Aceleração do crescimento (PAC), com contrapartida do Governo do Estado que, desde o início, em fevereiro de 2009 se preocupou em negociar com o Banco Mundial a reativação do financiamento do projeto.

Irrigação – Uma outra ação no Cariri deverá ocorrer na área de irrigação. Em resposta ao ouvinte do “Palavra do Governador”,  Denis Mier, da cidade de Sumé, no Cariri, sobre a reativação do Perímetro Irrigado do DNOCS – Departamento Nacional de Obras Contra as Secas, Maranhão afirmou que já conversou com o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira, reivindicando o funcionamento do projeto.

O perímetro, inaugurado em 1973, tem 273 hectares que podem se transformar em um pólo ativo para a economia de Sumé e região. Dentro da visão de reativação do projeto vem o compromisso tecnológico de mordenizá-lo, com a irrigação por micro-aspersão e o gotejamento.

Josélio Carneiro, da Secom