Fale Conosco

15 de dezembro de 2015

SEE divulga editais dos processos seletivos para Escolas Cidadãs Integrais e Escolas Cidadãs Integrais Técnicas



A Secretaria de Estado da Educação (SEE) publicou no Diário Oficial do Estado de domingo (13) os editais do processo seletivo simplificado para diretores, vice-diretores, coordenadores pedagógicos e professores das Escolas Cidadãs Integrais e Escolas Cidadãs Integrais Técnicas. O objetivo desta ação é compor um cadastro de profissionais para serem lotados nas referidas escolas.

Os professores, diretores, vice-diretores e coordenadores pedagógicos selecionados atuarão em regime integral, nos turnos manhã e tarde, durante os dias letivos, exclusivamente na Escola Cidadã Integral em que optar no ato da inscrição.

Para participar do processo seletivo simplificado, o profissional precisa ser professor da rede, de acordo com os pré-requisitos descritos nos Editais em anexo, não estar em contrato de emergência, não estar respondendo inquérito administrativo e ter matrícula ativa no Sistema de Acompanhamento de Pessoal – SAP da SEE-PB. O sistema eletrônico de inscrição pode ser acessado pelo link: http://paraiba.pb.gov.br/educacao/escolas-cidadas-integrais/

As Escolas Cidadãs Integrais e Escolas Cidadãs Integrais Técnicas são as seguintes: Escola Cidadã Técnica de João Pessoa; Escola Cidadã Técnica de Bayeux; Escola Cidadã Técnica de Mamanguape; Escola Cidadã Padre Hildon Bandeira em João Pessoa; Escola Cidadã Helinton Santana em Santa Rita; Escola Cidadã Nenzinha Cunha Lima em Campina Grande; Escola Cidadã Antônio Batista Santiago em Itabaiana e Escola Cidadã Francelino de Alencar Neves em Itaporanga. 

Escola Cidadã Integral – Trata-se de um novo modelo de escola pública implantado na Paraíba, com a proposta de organização e funcionamento em tempo único (integral). É uma política pública e está inserida no Plano Nacional de Educação (PNE), na Meta 6: “Oferecer educação em tempo integral em, no mínimo, 50% das escolas públicas, de forma a atender, pelo menos, 25% dos alunos da educação básica e também no Plano Estadual de Educação (PEE).

O programa tem como foco a formação dos jovens por meio de um desenho curricular diferenciado e com metodologias específicas, que apresentam aos estudantes do Ensino Médio possibilidades de se sentirem integrantes do seu projeto de vida.

Escola Cidadã Integral Técnica – A Escola Cidadã Integral Técnica segue o mesmo modelo que a Escola Cidadã Integral, mas tendo como diferencial os cursos técnicos, que visam à formação dos jovens para atuarem no mercado de trabalho. Ambas têm como foco proporcionar aos jovens se reconhecerem como protagonistas em seus locais de atuação.

O período letivo nas Escolas Cidadãs Integral e Técnica têm a duração diária de 9 horas e 30 minutos, com refeições incluídas (almoço e lanche). Nesse espaço de tempo, além das disciplinas obrigatórias, os estudantes poderão escolher matérias para enriquecer o currículo, como música, teatro, cinema, empreendedorismo e fotografia. Também será possível ingressar em clubes juvenis, como o jornalzinho da escola, a rádio da escola, entre outros.

A carga horária nas Escolas Cidadãs Integral e Técnica será das 7h30 às 17h, sendo uma hora e vinte minutos para almoço e dois intervalos de 20 minutos para o lanche da manhã e da tarde. O almoço e os dois lanches serão ofertados dentro da escola. 

As Escolas Cidadãs Integral e Técnica terão uma estrutura diferenciada, um currículo inovador e o tempo de permanência dos estudantes será de 9 horas e 30 minutos, construindo uma formação autônoma, competente e solidária, formando os jovens para o mundo do trabalho e contribuindo na construção de um projeto de vida. 

As disciplinas da Educação integral possuem um currículo diversificado, com organização curricular flexível. O currículo escolar conta com as disciplinas obrigatórias da base, parte diversificada, componentes integradores e também as disciplinas eletivas que são elencadas a partir da escolha dos estudantes de acordo com seu interesse a aptidão. A organização curricular dessas escolas será constituída pela Base Nacional Comum (BNC), assim entendida: Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Arte e Educação Física (área de Linguagens e Códigos); História, Geografia, Sociologia e Filosofia (Ciências Humanas); Física, Química e Biologia (Ciências da Natureza) e Matemática. Além dessas, existem os componentes integradores, nos quais se incluem Projeto de Vida, Estudo Orientado e Vivências em Protagonismo Juvenil.

Caso o aluno pertença a uma escola que agora oferece educação integral e não queira permanecer no modelo, basta procurar outra instituição próxima à sua residência para se matricular e dar continuidade aos estudos. Esse é um modelo de escolha, não podendo ser imposto aos estudantes se adequarem a ele. 

Novidade – Essas escolas serão organizadas com salas temáticas, laboratórios de informática, ciências e outros espaços de vivências, onde os jovens poderão transitar, respeitando seu projeto de vida, suas competências cognitivas e socioemocionais, de forma a desenvolver as suas potencialidades.

Edital de Processo Seletivo Simplificado DIRETOR E COORDENADOR(2)

Edital professores