João Pessoa
Feed de Notícias

SEDH planeja segundo semestre priorizando idoso, população de rua e segurança alimentar

quinta-feira, 6 de setembro de 2012 - 18:15 - Fotos: 

Foto: Severino Pereira/Secom-PB

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh) realizou, durante todo o dia desta quinta-feira (6), no Hotel Xênius, uma reunião de planejamento e avaliação das ações executadas em cada gerência com os técnicos e responsáveis pelos setores. O objetivo é melhorar e ampliar os serviços sociais oferecidos à população da Paraíba por meio dos equipamentos vinculados à Sedh.

A secretaria da Sedh, Cida Ramos, ressaltou que as reuniões de planejamento acontecem a cada início de semestre para que seja avaliado o trabalho desenvolvido na primeira metade do ano e assim possa existir uma sequência e um aperfeiçoamento das atividades.

“Esta é uma atividade rotineira, mas de extrema importância, porque é daqui que saem novas ideias, temos a possibilidade de trocas de experiência, visando sempre melhorar os nossos serviços para a população, principalmente a que vive em situação de vulnerabilidade econômica”, afirmou.

Ela destacou que neste segundo semestre haverá uma abrangência do controle social com a aplicação de questionários e um maior monitoramento junto aos equipamentos sociais que são municipalizados para garantir que os serviços sociais cheguem à população.

O executivo da Sedh, Lau Siqueira, acrescentou que a Política da Assistência é intersetorial, por isso precisa de muita articulação com os diversos setores e a reunião representa um momento para fortalecer o grupo todo que trabalha a assistência social na Paraíba.

 Cuidado ao idoso – Para ampliar o atendimento aos idosos no Estado, entre as prioridades, além do programa de habitação que foi lançado pelo Governo do Estado com moradias específicas para as pessoas com 60 anos ou mais, a Sedh está estruturando os 16 Centros Sociais Urbanos que existem na Paraíba e o Centro de Convivência do Idoso (CCI), que funciona no Castelo Branco em João Pessoa.

NO CCI, por exemplo, além das atividades sociais e dos grupos de idosos que funcionam no local, será oferecida uma espécie de universidade para a terceira idade, onde os usuários possam ter acesso a aulas e ainda tenham garantido atividades com educador físico e toda assistência necessária.

 Segurança alimentar – Quanto à questão da garantia da segurança alimentar, a Sedh vai intensificar o Programa Comunidades Tradicionais com cursos de arranjos produtivos como Sistema de Criação de Galinhas oferecidos a famílias de aldeias indígenas e quilombolas.

A ampliação de restaurantes populares é outra meta do Governo do Estado, que inaugurou ano passado o Restaurante de Campina Grande e nos próximos dias entregará o de Mangabeira, além dos que existem em Santa Rita e Patos.

Para o Restaurante Popular de Mangabeira serão fornecidas diariamente 1 mil refeições ao preço de R$ 1,00. Está sendo realizado na Casa da Cidadania de Mangabeira um cadastro dos usuários dos programas sociais e população de rua do bairro para que 500 deles tenham a refeição garantida no Restaurante, independente de pegar ficha ou não.

Posteriormente, cursos também serão oferecidos a esta população no próprio Restaurante de Mangabeira como forma de garantir emprego e renda para estas pessoas e possibilitar a saída da situação de extrema pobreza.

O Programa de Aquisição de Alimento (PAA) foi ampliado e atenderá a mais 171 municípios paraibanos, além dos 14 que são assistidos pelo programa atualmente, totalizando 185 cidades beneficiadas. O programa também passará a emitir nota fiscal eletrônica facilitando o trabalho dos servidores e dos agricultores vinculados ao programa.