Fale Conosco

18 de abril de 2012

Sedh, MDS e municípios definem cursos do Pronatec para usuários do cadastro único



A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh) e o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) realizou nesta terça-feira (17) reunião técnica com oito dos 15 municípios contemplados com o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) Bolsa-Formação Trabalhador, no âmbito do Plano Brasil sem Miséria. Os municípios devem encaminhar para o MDS um formulário com a necessidade de formação profissional para que os cursos do Pronatec sejam elaborados de acordo com o perfil de cada região.

Serão ofertados cursos profissionalizantes às pessoas inseridas no Cadastro Único, por meio do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia (IFPB), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e Sistema Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

Na Paraíba, os municípios contemplados para o início do Pronatec foram: Bayeux, Campina Grande, João Pessoa, Patos, Santa Rita, Cabedelo, Guarabira, Sapé, Sousa, Alhandra, Caaporã, Pedras de Fogo, Pitimbu, Cajazeiras e Camalaú. Participaram do evento, realizado no Hotel Imperial, cerca de 40 pessoas, entre elas a secretária da Sedh, Aparecida Ramos, a representante do MDS, Milena Vieira, além de secretários municipais da assistência social e de trabalho e representantes do Sine.

Pronatec – O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego foi criado em outubro de 2011 pela presidenta Dilma Rousseff com o objetivo principal de expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de Educação Profissional e Tecnológica (EPT) para a população brasileira.

O Pronatec está dividido em subprogramas, projetos e ações de assistência técnica e financeira que juntos oferecerão oito milhões de vagas a população de diferentes perfis nos próximos quatro anos.

Entre os programas tem o Bolsa-Formação Trabalhador com cursos de qualificação a pessoas em vulnerabilidade social e trabalhadores de diferentes perfis. Os beneficiários terão direito a cursos gratuitos E os materiais escolares necessários que possibilitarão no futuro a inserção no mercado de trabalho.