João Pessoa
Feed de Notícias

Restaurantes Populares e outros projetos fortalecem segurança alimentar

quinta-feira, 18 de outubro de 2012 - 10:47 - Fotos:  José Lins/Secom-PB

Na Semana Mundial da Alimentação, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh), por meio do Núcleo de Segurança Alimentar (SAN), faz um balanço positivo das ações realizadas pela pasta nesta área. Entre as atividades de destaque está a ampliação no número de restaurantes populares na Paraíba, mantidos pelo Governo do Estado. São quatro unidades em funcionamento: Patos, Santa Rita, Campina Grande e João Pessoa, que juntas fornecem 3,5 mil refeições de segunda a sexta-feira, no valor de R$ 1,00 para o usuário.

Na Capital, o Restaurante Popular que funciona em Mangabeira foi inaugurado no último dia 5. A unidade atende a um público de mil pessoas com uma alimentação balanceada, baseada na necessidade de um trabalhador que precisa de 1,5 mil calorias.

Quem é usuário do restaurante aprova a iniciativa e comemora a economia que tem com a alimentação. “Esse restaurante aqui foi a melhor coisa do mundo, porque ajuda muito. Economizo tempo e dinheiro. Saio de casa para resolver as coisas e quando chego já tenho almoçado, sem falar que não gasto água nem gás”, afirmou a dona de casa Maria do Socorro da Costa, que tem oito filhos e disse que no momento está desempregada.

Os idosos também são beneficiados com a alimentação e têm preferência na fila. Uma delas é dona Luzia Pereira dos Santos, que falou sobre a economia que vai ter. “Vale a pena comer aqui, porque com R$ 1,00 não se compra nem um sanduíche. Sou viúva, moro só e com certeza, agora, vou melhorar a renda, porque vou economizar na alimentação e no gás de cozinha”, contou.

A secretária da Sedh, professora Aparecida Ramos, destacou que além da alimentação, o Restaurante em Mangabeira também disponibilizará cursos profissionalizantes para as pessoas desempregadas e em situação de vulnerabilidade social.

“Com os restaurantes populares estamos assegurando a população que vive em situação de insegurança alimentar uma alimentação balanceada, com as proteínas necessárias. Aliada a esta ação, estaremos nos próximos meses oferecendo também cursos profissionalizantes, para a inserção dessas pessoas no mercado de trabalho”, afirmou.

Comunidades tradicionais – Visando a segurança alimentar e a geração de emprego e renda, a Sedh, em parceria com o Ministério de Desenvolvimento Social (MDS), coordena o projeto de atividades de segurança alimentar e nutricional nas comunidades tradicionais.

Neste ano, foram capacitadas 11 comunidades indígenas e três quilombolas, totalizando 368 famílias preparadas para o manuseio com plantação e criação de aves.

“O próximo passo será a realização do desassoreamento do Rio Sinimbu, localizado na Baia da Traição, para que a comunidade possa usufruir da água limpa, além de ampliar a atividade de pesca e recuperar a mata ciliar”, explicou a chefe do Núcleo de Segurança Alimentar da Sedh, Jacileide Lopes.

PAA – O Programa de Aquisição Alimentar (PAA) coordenado pela Sedh também será ampliado, passando de 14 municípios beneficiados para 171, totalizando 185 no Estado. Desde o início do Programa, implantado no ano passado na Paraíba, foram adquiridas 600 toneladas. O PAA visa fortalecer a agricultura familiar, beneficiando o homem do campo e pessoas em estado de insegurança alimentar.

Restaurantes Populares mantidos pelo Governo do Estado

Nome Endereço Refeições
Restaurante Popular de Santa Rita Rua Pombal, 55, Tibiri II 750 refeições/dia
Restaurante Popular de Patos Rua Donato Lúcio, s/n, Jatobá 750 refeições/dia
Restaurante Popular de Campina Grande Av. Floriano Peixoto, Centro. 1 mil refeições/dia
Restaurante Popular de João Pessoa Rua Rita Xavier de Oliveira, Mangabeira I 1 mil refeições/dia