Fale Conosco

17 de setembro de 2012

Sedh colabora com ação que devolve às famílias crianças que estão em abrigos



Até o final deste mês, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh) participa das Audiências Concentradas – uma ação do Tribunal de Justiça da Paraíba nas instituições de acolhimento infantil em João Pessoa. O objetivo é fazer com que as crianças e adolescentes sejam reintegradas ao convívio familiar.

Dois técnicos da Proteção Social Especial da Sedh, a psicóloga Amanda de Lourdes Duarte e a assistente social Betânia Maria Patrício de Araújo acompanharam as audiências realizadas na Casa de Passagem, na Casa de Acolhida Masculina, Casa de Acolhida Feminina, Missão Restauração, Morada do Betinho e na Aldeia SOS.

Agenda – As próximas estão previstas para o Lar da Criança Jesus de Nazaré nestas terça e quarta-feira (18 e 19) e Casa Shalon, na quinta (20). As audiências se encerrarão na casa Padre Pio Pietrelcina (25) e na Casa Lar Manaíra (dias 26 e 27).

“É importante a gente acompanhar as audiências porque verificamos in loco a reintegração dessas crianças e adolescentes ao seio familiar, já que a institucionalização quebra os vínculos familiares e dificulta até a inserção dessas pessoas na sociedade”, disse a psicóloga Amanda Duarte.

Ela também destaca que existem casos em que os pais não têm condições de ficar com os filhos. Na maioria isso ocorre devido ao alto grau de dependência química dos pais, o que leva à destituição do poder familiar, ou seja, a perda da guarda da criança ou adolescente.

Ainda de acordo com Amanda Duarte, quando as crianças e adolescentes voltam para as famílias, uma equipe da instituição realiza o acompanhamento por um período e encaminha relatórios para a Justiça.