João Pessoa
Feed de Notícias

Sedap intensifica ações para campanha de vacinação da febre aftosa

quinta-feira, 10 de novembro de 2011 - 17:41 - Fotos:  Secom-PB

Com o objetivo de incentivar e conscientizar os produtores rurais da obrigatoriedade de vacinar o gado, o Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), vem realizando ações de intensificação d campanha da vacinação contra aftosa em vários municípios paraibanos.

No próximo sábado (12), às 9h, na Estação Experimental de Alagoinha, acontecerá à divulgação da campanha em evento coordenado pelo secretário Executivo da Agropecuária, Rômulo Montenegro. “As unidades locais de sanidade Animal e Vegetal (Ulsavs), os Conselhos Municipais de Sanidade Agropecuária, Emater e entidades da iniciativa privada foram convocados pela Sedap para ajudar na conscientização dos produtores rurais sobre a necessidade de vacinar todos os animais da propriedade, mesmo naquelas que tenham poucas cabeças”, disse Rômulo.

Já no sábado seguinte (19), haverá programação para divulgação da Campanha nos municípios de Umbuzeiro, e no mesmo dia, em Santa Terezinha e em Olho D’água respectivamente, terá haverá vacinação assistidas pelos técnicos e veterinários da Defesa Agropecuária. E o último evento vai acontecer no município de Monteiro, no dia 26.

Os produtores de bovinos e bubalinos devem vacinar os animais até o dia 30 de novembro de 2011. Além da vacinação, os criadores de gado também devem fazer a declaração nos escritórios regionais da Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca.

Comprovação – Após a vacinação, o produtor deve comprová-la para que a Secretaria da Agropecuária mantenha o cadastro do rebanho de bovinos e bubalinos atualizado, conforme exigência da Defesa Sanitária Animal. A comprovação deve ser feita até o dia 10 de dezembro de 2011, em uma das unidades veterinárias da Secretaria. O produtor deve levar a nota fiscal da compra da vacina, as embalagens e mais duas vias do comprovante de vacinação, emitido no ato da compra nas farmácias veterinárias.

A ausência de comprovação e de atualização do rebanho impede a emissão da Guia de Trânsito Animal (GTA), documento necessário para o transporte de animais. Os proprietários que não vacinarem seus animais estarão sujeitos a multa de R$ 161,55 por cabeça. E, por não declarar, a multa sobe para R$ 323,10, por animal. Os produtores só poderão transportas seus animais para outros estados, após vacinar na Paraíba. Todas essas instruções estão à disposição nas unidades veterinárias em todas as regiões do Estado.

Livre da aftosa- A segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Febre Aftosa está acontecendo em 19 estados do País. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento espera que 160 milhões de bovinos e bubalinos sejam imunizados em todo o Brasil. O Governo Federal espera que até 2013 o País esteja livre da aftosa.

Atualmente, a Paraíba está na zona de risco médio para a febre aftosa, assim como a maioria dos estados do Nordeste. O sucesso da campanha de vacinação é um dos critérios avaliados pelo Ministério da Agricultura para a reclassificação do Estado da Paraíba como zona livre da aftosa com vacinação. Existe um compromisso entre os governos dos Estados para avançar na classificação em relação à febre aftosa.

De acordo com o secretário Estadual da Agropecuária e Pesca, Marenilson Batista, o avanço em conjunto será proveitoso para os estados, pois vai facilitar a movimentação e o comércio de animais e produtos agropecuários, desenvolvendo a economia local e fortalecendo a atividade.