Fale Conosco

28 de julho de 2015

Secult reúne gestores dos Pontos de Cultura do Cariri para treinamento



A Secretaria de Estado da Cultura realiza nesta quarta (29) e quinta-feira (30) a segunda visita técnica aos Pontos de Cultura, realizadas nas cidades de Prata e Congo, localizados no Cariri paraibano. O objetivo é orientar os gestores culturais sobre questões contratuais relativas às análises das prestações de contas.

De acordo com o gerente de Identidade Cultural da Secult, Antônio Sobreira, o sentido da visita é resolver dificuldades de cada projeto através de reuniões de trabalho. “As recomendações servirão para agilizar e regularizar pendências das prestações de contas e assim favorecer a continuidade dos projetos. Diante do cenário proposto, foram avaliadas as documentações pendentes e suas correções que se fizessem pertinentes para garantir a realização das etapas seguintes”, afirmou.

Ao promover uma agenda de diálogos com participação da sociedade, em especial, dos segmentos sociais mais vulneráveis, o ponto de cultura Cultura da Caatinga desenvolve ações no município de Prata que envolvem arqueologia, paleontologia, patrimônio histórico e ecoturismo. Além de oferecer palestras, trilhas guiadas e exposições, também produziram uma coletânea com quatro curtas que informam a população a respeito da conscientização ambiental e das riquezas regionais.

Já na cidade do Congo, o ponto de cultura O Som da Cidadania organiza a Orquestra Filarmônica Santa Ana, oferecendo formação musical e teoria musical, com oferta de instrumentos para estudos e apresentações.

Os esforços dos gestores desses Pontos e da Secult servem para adiantar as prestações de contas e assim encaminhar os planos de trabalho para as suas conclusões. Desse modo, propõe-se iniciar um novo ciclo de atividades, dissipar dúvidas que surgirem para os encaminhamentos das últimas etapas dos projetos e, por fim, tenham melhor desenvolvimento das ações em conjunto com a sociedade.

Pontos de Cultura são entidades ou coletivos culturais certificados pelo Ministério da Cultura que tenham poder de penetração nas comunidades e territórios sociais de vulnerabilidade. As próximas visitas técnicas vão ocorrer nos pontos de cultura das cidades de Nova Palmeira, Pilões e Remígio, no Curimataú, e nas cidades de Mari, Lagoa de Dentro e Cuité, localizadas no Brejo para o mês de agosto.