João Pessoa
Feed de Notícias

Secretário reúne diretores de hospitais para discutir problemas no setor

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011 - 18:21 - Fotos: 
Falta de medicamentos, mantimentos, insumos e material hospitalar, problemas de ordem administrativa, financeira e a situação física dos prédios foram os principais pontos destacados pelos diretores da rede hospitalar da Paraíba, durante reunião com o secretário de Estado da Saúde, Mário Toscano.  O encontro aconteceu na tarde desta quinta-feira (27), no Centro Formador de Recursos Humanos (Cefor).

Mário Toscano explicou que o encontro serviu para repassar orientações técnicas e emergenciais para os diretores dos hospitais para que essas unidades de saúde passem a funcionar de forma a atender os reclames e anseios da população paraibana. “A nova gestão da SES quer desenvolver uma política de integração dos hospitais próprios na melhoria da qualidade e capacidade de comunicação com o SUS intermunicipal e com foco no cidadão-usuário”, disse o secretário.

O objetivo da nova gestão da Secretaria de Saúde é descentralizar e readequar os serviços de alta e média complexidade no Estado, implantar a política de urgência e emergência e a política estadual de humanização da atenção e  da gestão e, com isso, garantir o cumprimento  das metas elaboradas  nos pactos de saúde.

Durante a reunião, os diretores falaram sobre a real situação administrativa, com destaque para o setor pessoal e, principalmente, os serviços prestados. A situação financeira e de funcionamento das unidades de saúde também foram explanadas pelos diretores, principalmente no que diz respeito à falta de medicamentos, insumos, material médico-hospitalar e as condições físicas do prédio.

O secretário da Saúde ouviu atentamente todos os problemas e solicitações dos diretores. A partir de agora será criada uma comissão que vai discutir e apontar as soluções que serão tomadas para melhorar a prestação de serviços na área de saúde à toda a população paraibana. “Não podemos permitir e nem compactuar com essa situação de penúria pela qual passa o setor de saúde do nosso Estado, pelo contrário, temos que arregaçar as mangas e fazer alguma coisa para salvar a saúde da Paraíba e devolvê-la ao cidadão, para que ele usufrua de todos os seus direitos. Esse é o papel do gestor público e é isso que nós iremos fazer a partir de agora”, afirmou Mário Toscano.