Fale Conosco

6 de julho de 2009

Secretário recebe familiares de apenados e garante apurar denúncias



A Secretaria de Cidadania e Administração Penitenciária vai apurar denúncias de maus tratos contra apenados no Presídio do Róger (Penitenciária Desembargador Flósculo da Nóbrega), em João Pessoa. Foi o que anunciou o secretário executivo da pasta, coronel Maurício Souza de Lima, após receber na manhã desta segunda-feira (6) uma comissão formada por representantes de familiares de apenados que realizavam protesto em frente ao Palácio da Redenção.

A comissão, formada pelo presidente da Associação dos Familiares e Amigos de Apenados do Estado da Paraíba, pastor Silva Neto, esposas e irmãs de presidiários, foi recebida pelo Governo do Estado, no Palácio da Redenção.

Depois de ouvir todas as reivindicações, o secretário executivo de Cidadania e Administração Penitenciária, coronel Maurício Souza de Lima, garantiu que todas as denúncias serão encaminhadas ao Conselho de Coordenação Penitenciária e devidamente apuradas. “Maus tratos jamais podem ser admitidos e, por isso, vamos investigar cuidadosamente essas denúncias”, assegurou, informando que até o final da semana já oferecerá respostas à comissão.

Quanto a suspensão das visitas, ele explicou que se trata de uma determinação judicial da Vara das Execuções Penais, para dar segurança aos visitantes e aos próprios apenados, enquanto o homicídio ocorrido na quarta-feira (1º) está sendo apurado, já que o autor do crime ainda não foi identificado.

Fabiana Nóbrega, Assessoria de Imprensa da Casa Civil