Fale Conosco

6 de junho de 2011

Secretário da Agricultura Familiar participa de encontro sobre Educação no Campo



“Educação do Campo, Desenvolvimento Sustentável, Agroecologia e Soberania Alimentar”, foi  tema de uma palestra apresentada no 1º Encontro de Pesquisas e Práticas em Educação do Campo da Paraíba, pelo secretário da Agricultura Familiar do Governo do Estado, Alexandre Eduardo de Araújo. O evento foi  realizado no auditório da Reitoria/UFPB e no Centro de Educação, campus I, em João Pessoa.

O encontro foi encerrado na sexta-feira (03), e contou com a participação de estudantes, educadores, pesquisadores, militantes de organizações e movimentos sociais do campo, filhos de agricultores e assentados da reforma agrária, visando discutir e conhecer experiências de Educação do Campo. O evento teve início no dia (01).

Segundo o secretário Estadual Alexandre Eduardo de Araújo, o debate sobre Educação do Campo tem evoluído muito no país, contribuindo para a elaboração de políticas, práticas e referências adequadas ao meio onde as famílias residem. “O evento, que está sendo realizado na Paraíba se propõe contribuir na reflexão acerca deste tema”, ressaltou.

Ainda abordando o tema “Educação do Campo, Desenvolvimento Sustentável, Agroecologia e Soberania Alimentar”, ao lado de Alexandre Eduardo, estiveram os professores Edmerson dos Santos Reis, da Universidade do Estado da Bahia (UNEB); e Francisco das Chagas Dantas, da SERTA.

Durante os debates, foram apresentadas pesquisas e práticas educativas envolvendo a Educação do Campo. O evento é uma organização do Projeto do Observatório da Educação, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior  (CAPES) e pela  Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Outros temas apresentados aos participantes do1º Encontro de Pesquisas e Práticas em Educação do Campo da Paraíba, foram: “Pesquisa em Educação do Campo e seus vínculos com as práticas sociais”. “A Educação Básica do Campo: organização pedagógica das escolas do meio rural”; “Educação do Campo no Ensino Superior: repercussões para o desenvolvimento do campo brasileiro”.

 E discutiram também: “Os Movimentos Sociais, Estado e Políticas Públicas de Educação do Campo”. Além do tema a “Educação do Campo: história, memória e pedagogia do movimento camponês”