João Pessoa
Feed de Notícias

Secretária faz balanço das ações do governo voltadas para o idoso

sexta-feira, 30 de outubro de 2009 - 09:51 - Fotos: 

Cerca de 418 mil paraibanos são maiores de 60 anos de idade. O número representa 11,2% da população e coloca o Estado na terceira posição em quantidade de idosos no Brasil.

A Paraíba fica atrás apenas do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Para melhorar a vida dessas pessoas, o Governo da Paraíba vem realizando uma série de ações que incluem atividades de lazer, educação, saúde e cidadania.

Entre esses serviços, está o Centro Social Urbano. As 16 unidades espalhadas pelo Estado atendem mensalmente a quase 950 idosos. Os imóveis foram reformados e equipados pelo Governo do Estado e oferecem palestras, oficinas de arte, aulas de pintura, de alfabetização e tratamento fisioterápico.

As ações são coordenadas pela Secretaria de Desenvolvimento Humano. De acordo com a titular da pasta, Giucélia Figueiredo, os centros sociais devolveram a dignidade e a cidadania aos idosos. Mas seis meses atrás, essa situação era bem diferente. “Esses centros estavam desativados, fechados e em precárias condições. Além de reformar e equipar os prédios, o governo contratou e capacitou assistentes sociais, psicólogos, recreadores e deu todas as condições para que o idoso tenha um ambiente de lazer e bem-estar. Além dos centros sociais, o governo também criou o Centro de Convivência do Idoso, no Castelo Branco”, declarou.

Outra conquista dos maiores de 60 anos foi a sanção da lei que cria o Conselho Estadual de Defesa dos Direitos do Idoso. Giucélia explica que esse conselho será formado por representantes da sociedade civil e de órgãos públicos. Entre eles, estarão universidades, igrejas, Sesc, clubes da melhor idade e Sociedade Brasileira de Gerontologia. A missão da comissão será discutir, analisar e propor políticas públicas que melhorem a vida de quem chegou à terceira idade.

A previsão é que os trabalhos dessa comissão sejam iniciados até o final do próximo mês. Giucélia destaca que, entre outras ações, o conselho irá elaborar formas de divulgar a gratuidade das passagens nas viagens intermunicipais. A secretária lembra que toda empresa que faz viagem intermunicipal é obrigada a conceder duas passagens gratuitas, por ônibus, ao maior de 65 anos. Se esses assentos forem vendidos, a empresa tem que dar desconto de 50% na passagem vendida do terceiro idoso em diante.

A lei foi sancionada pelo governador José Maranhão em junho deste ano, mas ainda é desconhecida por muita gente. “Por isso, iremos intensificar a divulgação desse direito. Mandamos até fazer cartazes para serem distribuídos no terminal rodoviário e em outros locais de grande movimentação”, informou.

A secretária observou que o compromisso do governo com as questões do idoso não ficou apenas em promessas, mas já se tornou em medidas reais. “Em menos de seis meses, já foram tomadas iniciativas concretas e que mostram o compromisso do governo com as questões do idoso”, analisou Giucélia.

Nathielle Ferreira, da Secom