João Pessoa
Feed de Notícias

Secretária expõe ações do Governo e é homenageada em seminário nacional

segunda-feira, 18 de novembro de 2013 - 08:20 - Fotos: 

Cerca de 1 mil pessoas prestigiaram a abertura, na sexta-feira (15), no Hotel Ouro Branco, do Seminário Nacional sobre Processos de Aprendizagem e Diversidade e Encontro Norte/Nordeste de Psicopedagogia Clínica e Institucional, no Hotel Ouro Branco. Na ocasião, a secretária de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh), Aparecida Ramos de Meneses, foi homenageada. A secretária destacou as ações sociais e o comprometimento que o Governo do Estado tem para os setores mais fragilizados como o idoso, a criança e a pessoa com deficiência.

Sou muito feliz em poder fazer parte de um Governo em que podemos desenvolver um trabalho sério, focado, também, na parcela mais frágil da população. Lançamos o Programa Acolher para os idosos que vivem institucionalizados, além do programa habitacional Cidade Madura para pessoas idosas. Também tivemos a preocupação de garantir ônibus adaptado e piscinas para os usuários da Funad. E será inaugurado em Sousa um Centro de Reabilitação”, frisou.

O coordenador do curso de Psicopedagogia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), professor doutor Roberto Ancelmo, falou sobre as lutas da homenageada, desde o tempo de estudante universitária.

A homenagem a professora Cida Ramos, enquanto secretária de Estado de Desenvolvimento Humano da Paraíba se dá pela sua história de luta como também pela diferença que a caracteriza. Essa diferença não fez com que ela se limitasse a não alcançar e galgar todos os seus sonhos. A psicopedagogia enquanto ciência, que se preocupa com o processo de aprendizagem humano, trabalha e lida com o olhar voltado para os diferentes”, disse.

Ele ainda destacou que a homenageada é exemplo de superação. “Temos uma sociedade que hoje ainda segrega os diferentes e que não convive aceitando as diferenças. Uma sociedade preconceituosa e a Psicopedagogia considera o ser humano em todas as dimensões e capacidades, além de respeitar os limites, valorizando as potencialidades. Então não poderíamos, enquanto ciência, deixar de homenagear uma pessoa como a professora Aparecida Ramos, que é exemplo de superação e de fortalecimento pela luta da inclusão na Paraíba e no Brasil”, acrescentou.

Ações para pessoa com deficiência – Nos dois últimos anos, a Paraíba ganhou equipamentos que auxiliam a população com algum tipo de deficiência e que vive em situação de vulnerabilidade social, a exemplo do Centro Dia, em João Pessoa, que oferta serviço às pessoas com deficiência.

Também foram implantadas duas Residências Inclusivas, uma em João Pessoa e outra em Santa Rita, que ofertam serviços de acolhimento institucional, com estrutura física adequada e equipe especializada. Outras quatro Residências Inclusivas serão inauguradas nos próximos meses nos municípios de Bayeux, Cajazeiras, Sousa e Guarabira.

O Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência foi estruturado e o Governo do Estado está capacitando os conselheiros municipais sobre os direitos da pessoa com deficiência.

Outra conquista é a implantação das duas Centrais de Libras que funcionarão em Campina Grande e João Pessoa, além do Centro de Reabilitação para Pessoa com Deficiência que será em Sousa.

Para contribuir com um melhor atendimento às pessoa com deficiência foi realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Humano uma qualificação para cerca de 800 profissionais dos 223 municípios paraibanos que atuam na saúde, assistência social e educação.

A Paraíba também comemora os 100% de adesão dos municípios ao Programa Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC) na Escola.

O BPC na Escola tem como objetivo garantir o acesso e a permanência na escola de crianças e adolescentes com deficiência, de 0 a 18 anos, identificando as barreiras que impedem ou dificultam o acesso e a permanência do aluno em sala de aula, assim como o desenvolvimento de ações intersetoriais, envolvendo as políticas de educação, de assistência social, de saúde e de direitos humanos, com vistas à superação dessas barreiras. O beneficiário do programa recebe uma ajuda de custo.