João Pessoa
Feed de Notícias

Governo lança diretriz de Polícia Solidária e capacita 46 pessoas

terça-feira, 5 de março de 2013 - 16:23 - Fotos:  Werneck Moreno / Secom-PB

O secretário de Estado da Segurança e da Defesa Social, Cláudio Lima, e o comandante geral da Polícia Militar da Paraíba (PMPB), coronel Euller Chaves, abriram oficialmente, na manhã desta terça-feira (5), o Curso de Promotor de Polícia Solidária, que capacita 46 pessoas da sociedade civil e da PM na doutrina de uma polícia mais próxima da população. A qualificação, que acontece durante toda esta semana e soma uma carga horária de 40 horas, foi aberta no Garden Hotel, em Campina Grande.

Na ocasião, também foi assinada a diretriz que permeará todos os cursos de Polícia Solidária e a atuação da Polícia Militar em todo o Estado. Em menos de dois anos, mais de 1.200 pessoas já foram capacitadas nessa filosofia, número 50% maior do que o obtido em 12 anos (1999 a 2010), quando 778 integrantes da sociedade civil e da PM foram capacitados.

“Este é um aspecto quantitativo importante e, além dele, temos o qualitativo: o lançamento de uma diretriz doutrinária que estabelece a ação padronizada, através de procedimentos operacionais baseados na atividade de Polícia Solidária”, destacou o coronel Euller, ao lembrar que, com a diretriz, os policiais militares em todo o Estado terão sua ação pautada em uma filosofia de proximidade e prevenção.

Atualmente, já são dez Unidades de Polícia Solidária (UPSs) instaladas na Paraíba, sendo nove em João Pessoa e uma em Campina Grande – a UPS Mutirão. Com a turma que está sendo formada esta semana, mais policiais estarão habilitados para servir de multiplicadores dessa filosofia. A expectativa é que ainda no primeiro semestre deste ano Campina Grande receba mais uma UPS – a do Pedregal.

O curso – A qualificação de Promotor de Polícia Solidária possui, em sua grade, diversas disciplinas da área de segurança pública e de relações interpessoais. Entre elas estão: Polícia Comunitária e Sociedade, Gestão na Qualidade e na Segurança Pública, Direitos Humanos, Mediação de Conflitos e Mobilização Social.

Na abertura do curso, nesta terça-feira, a aula inaugural foi ministrada pelo secretário de Segurança Pública, Cláudio Lima. Ele fez um panorama geral da segurança, com foco na lei de compatibilização das áreas integradas (Lei 111/2012), que foi aprovada buscando criar uma melhor gestão da segurança pública e que trata, inclusive, das UPSs.

Além dele, serão ministrantes durante a qualificação, o coordenador Estadual de Polícia Solidária da PM, o coronel Marcos Sobreira, e o coordenador de Integração Comunitária e Diretos Humanos da PMPB, major Lúcio Domingos. Entre os alunos, destacam-se integrantes da Secretaria de Administração Penitenciária, Guarda Municipal de Campina Grande e de João Pessoa, técnicos da Educação da Rede Pública e líderes comunitários.

Social – Apesar de ter sido inaugurada há pouco mais de um mês, a UPS Mutirão já desenvolve um projeto social de integração e ajuda à comunidade local. O ‘Escolinha em Campo’ beneficia cerca de 40 crianças de duas escolas da rede pública do bairro. Parte delas esteve presente na manhã desta terça, no Garden Hotel, e conheceu um pouco mais da doutrina de Polícia Solidária.

Conforme o comandante do 2º Batalhão (sediado em Campina), tenente coronel Souza Neto, além de desenvolver habilidades inerentes ao esporte, essas crianças são tiradas da ociosidade e do perigo das ruas (no horário em que não estão nas escolas) e também passam a ver o policial como amigo. “Essa proximidade é essencial para que a polícia desenvolva o trabalho preventivo nas comunidades e tenha a população como aliada para resolver desde problemas comuns até casos de polícia”, completou.