Fale Conosco

27 de janeiro de 2015

Secretaria de Estado da Saúde atende a mais de 5 mil pacientes com asma na Paraíba



A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Centro Especializado de Dispensação de Medicamentos Excepcionais (Cedmex), atendeu a 5.242 usuários que sofrem de asma no Estado da Paraíba, distribuindo, de forma totalmente gratuita e de acordo com o Protocolo Clínico estabelecido pelo Ministério da Saúde, seis tipos de medicamentos especializados no controle e tratamento da patologia, com um custeio mensal de R$ 142 mil.

A diretora-geral do Cedmex, Gilcélia Maria Menezes, informa que são distribuídos pelo centro os antiasmáticos Budesonida 200 e 400 mcg, Formoterol 12mcg cápsula ou frasco, Formoterol + budesonida 6/200mg e 12/400mg cápsula ou frasco, Fenoterol  100mcg aerossol, Salmeterol 50mcg frasco c/60 doses. “Para obter os medicamentos, gratuitamente, o paciente diagnosticado com asma deve procurar o Cedmex munido de Laudo de Solicitação de Medicamentos de um especialista (pneumologista), termo de consentimento, prescrição médica, exame de espirometria, além de RG, CPF, comprovante de residência e cartão do SUS”, explica.

Resultados - O investimento do Governo do Estado na distribuição de antiasmáticos vem surtindo efeito. Nos últimos anos, o número de internações por asma caiu. No ano de 2011, foram registradas 7.760 internações em decorrência da doença. O número caiu para 6.453 em 2012; 5.393 em 2013; e 4.332 internações em 2014. Consequentemente, o número de mortes por asma também diminuiu. Foram 53 em 2011; 51 em 2012; 47 em 2013; e 36 mortes em 2014.

A doença - A asma é uma doença crônica, mais comum na infância, que causa dificuldade na entrada e principalmente na saída de ar no pulmão. Essa dificuldade na respiração acontece devido a um processo inflamatório crônico das vias aéreas inferiores (inchaço e estreitamento brônquico), causando uma limitação variável do fluxo aéreo.

Sintomas - Entre os sintomas da doença, estão: dispneia (cansaço); crise de sibilância (chiado), aperto no peito e tosse. De acordo com a médica, é importante a informação sobre a evolução da doença para os parentes, pois pode contribuir para menor morbidade e mortalidade.

Fatores de risco - Os fatores de riscos e causas da doença são: infecções virais (IVA), ausência da amamentação, exposição ambiental à poluição, fumaça, poeira doméstica, pó de giz, odores fortes, produtos químicos, mudança de temperatura, exercício físico, RGE (refluxo gastro-esofágico), corantes, medicações, ansiedade, entre outros.

  Além disso, o fator hereditário também pode influenciar na ocorrência da doença. Se os pais do paciente sofrerem de asma, as chances da criança adquirir a doença é de 50%. A probabilidade cai para 25%, se apenas um dos progenitores sofrer da patologia.

Serviço – O Centro Especializado de Dispensação de Medicamentos Excepcionais (Cedmex) fica localizado na Rua Jesus de Nazaré, s/n, em Jaguaribe, João Pessoa. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 3218.5900. O serviço também está disponível em todas as Gerências Regionais de Saúde de referência do usuário.