João Pessoa
Feed de Notícias

Secretaria de Estado da Educação realiza aula inaugural do Pronatec

segunda-feira, 30 de novembro de 2015 - 18:10 - Fotos: 

A Secretaria de Estado da Educação (SEE), por meio da Gerência Executiva de Educação Profissional (GEEP), promoveu nesta segunda-feira (30) a aula inaugural do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), ofertado pela primeira vez pela SEE da Paraíba.

A secretária executiva de Estado de Gestão Pedagógica, Roziane Marinho, destacou a importância deste momento para a SEE. “Antes nós éramos demandantes, agora somos ofertantes do Pronatec e isso é uma vitória, pois a nossa intenção, é que a escola vá além dos conteúdos e promova também a formação profissional. Esta é uma preocupação desta gestão, fazer com que a escola ofereça outras oportunidades de formação para os jovens”, comentou.

O gerente de Educação Profissional da SEE, Américo Falcone, explicou a importância dos cursos técnicos: “O aluno hoje, com o ensino regular, apenas termina o terceiro ano, tenta fazer o Enem pra com a nota se classificar e passar mais três ou quatro anos em um curso, se formar e tentar ir para o mercado de trabalho. Com o Pronatec, o aluno terá a oportunidade de quando terminar o terceiro ano já ter um certificado técnico, uma qualificação e partir para o mercado de trabalho mais cedo”.

O Pronatec inicia na Paraíba ofertando sete cursos, sendo quatro técnicos e três FIC. Os cursos técnicos são “Segurança do Trabalho”, “Logística”, “Informática” e “Desenho na Construção Civil”, que tiveram início na tarde desta segunda-feira (30), simultaneamente, nas escolas Osvaldo Pessoa em João Pessoa, Erenice Fideles (Escola Técnica de Bayeux) e Hortênsio de Sousa Ribeiro, em Campina Grande. Os três cursos FIC são ligados à área de pesca e terão início na noite desta segunda (30), na Escola Estadual Advogado Nobel Vita, em Coremas.

Na aula inaugural os alunos conheceram mais sobre o curso que irão cursar por meio da exibição de um vídeo, assinaram o termo de compromisso e receberam os kits do estudante, compostos por bolsa, camisa, régua, lápis, caneta, caderno e squeeze. Os alunos receberão uma bolsa formação para auxílio na alimentação e no transporte além do material didático, materiais escolares gerais e específicos e uniforme.

A aluna Karolyne Pereira Sousa, da escola Osvaldo Pessoa, inscrita no curso de Informática do Pronatec, em João Pessoa, recebeu das mãos da secretária executiva Roziane Marinho o kit do aluno e o fardamento e contou sobre sua expectativa em relação ao curso. “Sempre quis começar a trabalhar cedo e sei que com este curso de qualificação vou ter acesso mais rápido ao mercado de trabalho”, contou a aluna.

O que é o Pronatec – O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo Governo Federal, em 2011, por meio da Lei 11.513/a2011, com o objetivo de expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica no país, além de contribuir para a melhoria da qualidade do Ensino Médio público. O Pronatec busca ampliar as oportunidades educacionais e de formação profissional qualificada aos jovens, trabalhadores e beneficiários de programas de transferência de renda.

Os cursos, financiados pelo Governo Federal, são ofertados de forma gratuita por instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e das redes estaduais, distritais e municipais de educação profissional e tecnológica. Os objetivos do Pronatec são os seguintes: expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional técnica de nível médio e de cursos de formação inicial e continuada ou qualificação profissional presencial e a distância;   construir, reformar e ampliar as escolas que ofertam educação profissional e tecnológica nas redes estaduais; aumentar as oportunidades educacionais aos trabalhadores por meio de cursos de formação inicial e continuada ou qualificação profissional; aumentar a quantidade de recursos pedagógicos para apoiar a oferta de educação profissional e tecnológica; melhorar a qualidade do Ensino Médio.