Fale Conosco

16 de maio de 2017

Secretária da Saúde visita rede hospitalar de Patos e destaca abertura da Unacon



A secretária de Estado da Saúde, Claudia Veras, está em Patos desde a segunda-feira (15), para participar da audiência do Orçamento Democrático. Em sua permanência na cidade, realizou nesta terça-feira (16) visita administrativa à Rede Hospitalar e Gerência Regional. A secretária avaliou o esforço do Governo do Estado para manter os serviços referenciados para toda a região, alertando sobre a responsabilidade que cada município tem na organização da rede dos serviços de saúde.

“A gerência dos hospitais é nossa, mas é preciso saber que os municípios têm responsabilidade com a saúde da população, naqueles casos que são de competência dos PSFs. Exames simples, a exemplo do hemograma e alguns laboratoriais de baixa e média complexidade, não são de responsabilidade do Estado. Ao estado cabe a atenção hospitalar”, acrescentou.

Justificando esse compromisso do Estado na manutenção da qualidade dos serviços hospitalares, a secretária lembra o fluxo de cirurgias ortopédicas realizadas pelo Hospital Regional de Patos, cerca de 200 mensais, número bastante elevado, segundo Veras, sendo o HRP referência para aproximadamente 80 municípios. A abertura da UPA Dr. Otávio Pires de Lacerda, em Patos, segundo avaliação da secretária e da diretora do HRP, Liliane Sena, melhorou um pouco a porta de entrada do Hospital, reduzindo o fluxo.

Claudia Veras lembrou ainda o protocolo a ser seguido pela rede de atendimento. “Trabalhar em rede, ter diferentes responsabilidades e ao mesmo tempo conexão com os serviços de saúde, ou seja, o paciente foi atendido na UPA, voltou pra casa, foi estabilizado ou precisou de internação, vai para outro lugar que atenda sua necessidade”, explicou Veras.

Sobre a abertura da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), em Patos, Cláudia Veras falou de sua expectativa. “Estamos sendo assessorados por profissionais da oncologia e aguardando a visita técnica do Ministério da Saúde, para que aprovem nosso plano operativo que já foi enviado, fazendo as adequações necessárias na retaguarda dos nossos hospitais, para que possam oferecer todo um suporte para nossos pacientes”, explicou.

A secretária acredita que com o credenciamento da Unacon de Patos pelo Ministério da Saúde o Estado passa a contar com o recurso do SUS para colaborar no custeio, mas acrescenta que até aproximadamente o quinto mês que antecede o funcionamento do serviço, esse custeio será bancado pelo Governo do Estado.