João Pessoa
Feed de Notícias

Secretaria da Saúde realiza Dia da Faxina contra o mosquito Aedes aegypti

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015 - 19:18 - Fotos:  Divulgação

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) realizou, na tarde desta quarta-feira (23), o Dia da Faxina contra o mosquito Aedes aegypti, na sua sede, em João Pessoa. A secretária Roberta Abath esteve à frente da mobilização junto com a gerente executiva de Vigilância em Saúde, Renata Nóbrega, ogerente operacional de Vigilância em Saúde Ambiental, Geraldo Moreira, e servidores de todos os setores da Secretaria. A ação faz parte de uma grande mobilização dos órgãos estaduais, que acontecerá todas as quartas-feiras, quando será feita faxina pelos servidores na luta contra o mosquitoque transmite os vírus da dengue, chikungunya e zika.

A própria secretária percorreu todos os setores da sede da SES, nas dependências internas e externas, ajudando a identificar e recolher os possíveis focos do mosquito.  “A faxina deve ser diária, a partir das nossas ações cotidianas. A quarta-feira é a intensificação desse movimento de combate ao mosquito com cada setor do governo mostrando que esta responsabilidade é de cada um de nós, pois nesta luta contra o Aedes somos todos iguais”, disse Roberta Abath.

Durante a faxina foram recolhidos lixo, observadas as calhas, os jarros e todos os recipientes que poderiam se transformar em criadouros do mosquito, a exemplo de garrafas, tampas e objetos sem uso que ficam expostos e podem acumular água. A gerente de Vigilância em Saúde, Renata Nóbrega, alerta para outras atitudes que a população deve tomar dentro de casa e evitar a proliferação do mosquito.

“Nas repartições públicas, prédios comerciais, casas, colégios, hotéis, enfim, em todo e qualquer ambiente, devemos assumir o papel de combatente nesta luta contra o Aedes. Precisamos ficar atentos para locais que nem imaginamos como possíveis focos, a exemplo das vasilhas que amparam a água do ar condicionado e que ficam por trás das geladeiras que devem ser lavadas pelo menos uma vez por semana”, orientou.

Entre os servidores da Secretaria de Estado da Saúde, o técnico do Núcleo de Compras, Ronaldo Rodrigues era um dos mais entusiasmados. Junto com os colegas, colocou luvas e saiu à procura de todos os possíveis focos do mosquito. “Cada um fazendo a sua parte o resultado só poderá ser positivo. Não devemos ficar somente a espera do poder público. Do jeito que devemos limpar nossas casas, jogando fora ou limpando todos os objetos que possam acumular água e atrair o mosquito, temos que fazer o mesmo no nosso trabalho”, falou.