Fale Conosco

23 de fevereiro de 2016

Secretaria da Educação disponibiliza “Sistema Saber” no portal do Governo da Paraíba



A partir desta terça-feira (23), a página da Secretaria de Estado da Educação (www.paraiba.pb.gov.br/educacao), que integra o portal do Governo da Paraíba, passou a oferecer mais um serviço, que deve colaborar, ainda mais, com o trabalho dos profissionais da Educação. Trata-se de um link para o site do Sistema Saber, que reúne dados importantes dos alunos e das unidades da rede estadual de ensino. A resolução que institui o sistema foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (23). O selo com o link direto para o site está na aba Serviços. Dentro de algumas semanas, alguns dados serão abertos ao público, com objetivo de reforçar a transparência da Educação do Estado.

Atualmente, o acesso ao site é destinado aos profissionais da rede, a exemplo de diretores, secretários e professores. A Secretaria de Estado da Educação (SEE) é responsável por cadastrar as 14 Gerências Regionais de Educação (GRE) dentro do sistema. As gerências cadastram os diretores das escolas e os diretores cadastram os demais profissionais, nas respectivas unidades de ensino. 

De acordo com o gerente de tecnologia da informação da Secretaria de Estado da Educação (SEE), Dario Gomes, o sistema Saber possui ferramentas de avaliação escolar, que permitem que seja feito o progresso escolar dos alunos (com acompanhamento da frequência, evasão ou retenção de estudantes) e dá a possibilidade das escolas pesquisarem informações sobre os alunos, por meio do nome, RG, CPF ou outros dados. “Tudo foi feito para agilizar e dar dinamismo à rotina escolar”, disse.

No módulo dos profissionais estão cadastrados todos os profissionais alocados na unidade escolar, seus níveis, escalas de aula, controle de licença entre outras opções. No módulo das GRE estão todas as informações referentes à gerência, controle dos profissionais e dos alunos de cada uma das 14 GRE.

“O Saber será sempre melhorado com a inserção de novas funcionalidades e para isso precisamos da alimentação constante desse sistema, que é realizada pelas escolas, porque de acordo com a atualização é que conseguimos gerar os relatórios, tanto da área administrativa, quanto da área pedagógica”, explicou Dario Gomes.