Fale Conosco

29 de agosto de 2012

Secretaria da Diversidade Humana realiza oficina sobre ‘Sexo seguro’



A Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana (Semdh) realiza nesta quarta-feira (29) uma oficina sobre o tema “Sexo seguro”, para marcar o Dia da Visibilidade Lésbica. O evento ocorre às 19h, no Relicário Petiscos Bar, localizado em Mangabeira, em João Pessoa.

A iniciativa marca a luta por direitos e cidadania de mulheres lésbicas e bissexuais, dialogando sobre as diferenças, saúde e diversidade das mulheres que sofrem a dupla discriminação de gênero, por ser mulher e pela orientação sexual.

A programação da oficina, segundo Luciel Araújo, gerente de promoção da cidadania LGBT, terá como temática principal a discussão sobre a saúde sexual das mulheres lésbicas e bissexuais, tratando ainda sobre prevenção às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs/AIDS) e hepatites virais.

A coordenadora do Centro de Referência dos Direitos LGBT e de Combate à Homofobia (Espaço LGBT), Ângela Chaves, afirma que o Governo do Estado tem investido no combate às discriminações de gênero, e diz que ações afirmativas como os da Visibilidade Lésbica têm agregado valores e superado as desigualdades.

“Debater essa temática e inserir campanhas educativas, como a ‘Tire o Respeito do Armário’, lançada recentemente pelo Governo, estimula à sociedade a refletir sobre as desigualdades e assim, contribui para a mudança de mentalidade, que é o mais importante”, comentou.

A realização da oficina “Sexo seguro entre Lésbicas” tem a parceria do Grupo de Mulheres Lésbicas e Bissexuais Maria Quitéria e do Relicário Petiscos Bar, e a entrada é gratuita. Mais informações sobre o evento podem ser obtidas pelos telefones da Gerência de Direitos Sexuais e LGBT/Semdh (83 – 3243.7837) e do Centro de Referência de Direitos de LGBT e Combate à Homofobia – Espaço LGBT (83 – 3221 2118).

Espaço LGBT – O Centro de Referência dos Direitos LGBT e de Combate à Homofobia (Espaço LGBT) atende diariamente mulheres lésbicas e bissexuais que procuram o serviço para orientações sobre direitos humanos e denúncia de agressão. “O Espaço LGBT disponibiliza uma equipe multiprofissional para o atendimento às mulheres que, geralmente querem saber mais sobre a união civil estável e adoção de crianças”, disse a coordenadora do Espaço LGBT, Ângela Chaves.

Programação alusiva – No sábado (25), a Secretaria e o Grupo de Mulheres Maria Quitéria realizaram, no Hotel Netuanah, o seminário “Visibilidade e Participação das Mulheres Lésbicas e Bissexuais”, que teve o objetivo de contribuir com o fortalecimento desse segmento, organização e participação nos movimentos de mulheres e LGBT.

O seminário contou com a participação de representantes nacionais da Liga Brasileira de Lésbicas (LBL) e de mulheres de vários municípios paraibanos, e foi encerrado com a noite cultural e apresentação da cantora Val Donato, no Relicário Petiscos Bar.

No domingo (26), houve a participação das mulheres lésbicas e bissexuais na 11ª Parada do Orgulho LGBT de João Pessoa.

Dia da Visibilidade Lésbica no Brasil – Em 29 de agosto de 1996, aconteceu o 1º Seminário Nacional de Lésbicas (Senale) onde, pela primeira vez, no Brasil, reuniram-se mais de cem mulheres lésbicas para discutir e rever os seus direitos e conceitos. Este foi o motivo para escolha desse dia como data alusiva, porque possibilitou a abertura de um fórum oficial de discussões.