João Pessoa
Feed de Notícias

Secretaria faz avaliação positiva do Hospital de Trauma de João Pessoa

sexta-feira, 2 de setembro de 2011 - 12:09 - Fotos: 

O secretário de Estado da Saúde, Waldson Dias de Souza, fez uma avaliação positiva do Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, de João Pessoa, nos dois primeiros meses da gestão pactuada com a Cruz Vermelha. Na avaliação do secretário o quadro no hospital é de lotação completa e não de superlotação: “A situação hoje é de todos os leitos ocupados, mas bem melhor do que estava”, destacou.

O secretário lembrou que o Estado, para começar a melhorar as condições no Trauma contratou 90 leitos em outros hospitais da cidade para servirem de retaguarda, e o Ministério da Saúde está ajudando financeiramente o Estado na contratação desses leitos.

Ele ressalta que o hospital precisa resgatar sua referência de unidade voltada para o atendimento de emergência e trauma. O Hospital de Emergência e Trauma hoje funciona com cerca de 1.800 funcionários entre médicos e demais categorias.

Melhorias – Waldson de Souza apresentou estatísticas que comprovam melhoria no Hospital nesses dois meses da gestão pactuada com a Cruz Vermelha. O atendimento na porta de emergência do hospital já é em torno de 10% a 15% acima do número de atendimentos feitos anteriormente. A taxa de reoperação (pacientes operados, liberados e que voltam por alguma complicação para nova cirurgia) atualmente é de 0%, apesar desta meta ser estabelecida em até 15%.

Sobre a Cruz Vermelha gerenciar outros hospitais da rede estadual de saúde o secretário Waldson disse que a gestão pactuada não atingirá toda a rede, talvez mais alguns hospitais.

O secretário também informou que a taxa de tolerância de óbitos operatórios baixou de 0.75% para 0.44%. Nesses dois últimos meses o hospital realizou 458 cirurgias. A meta de suspensão de cirurgias por algum tipo de problema no hospital é de 15% e hoje está em apenas 4%.

O número de profissionais de enfermagem para cada leito foi de 4,6 entre julho e agosto, superior à meta estabelecida de 3 profissionais para cada leito. “Esses dados demonstram que o hospital está operando dentro da sua capacidade, do seu limite”, avaliou o secretário. Nos 10 anos de funcionamento do Trauma foram realizados mais de 500 mil atendimentos, entre períodos regulares e períodos deficitários.

Reconhecimento – Recentemente, o hospital conquistou duas comendas. Uma de Selo Verde, pela instituição está utilizando uma tecnologia ecologicamente correta para esterilização de materiais da área médica e estéreis e a Certidão de Responsabilidade Técnica dos Profissionais da Enfermagem.

Reduzido tempo de espera – O Hospital de Trauma conseguiu diminuir em 39 minutos a média do intervalo de tempo para a realização de cirurgia de emergência, cujo limite máximo é de 60 minutos, e reduziu em 50% o número de acidentes de trabalho em relação a junho de 2011. Trinta dias após o início da gestão pactuada, o hospital atendeu 4.650 pacientes, cem a mais do que no mês anterior.