Fale Conosco

8 de abril de 2014

Seap realiza testes com tornozeleiras eletrônicas em 10 apenados



08.04.14 seap tornozeleira eletronica fotos antonio david 361 270x202 - Seap realiza testes com tornozeleiras eletrônicas em 10 apenadosA Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap) iniciou, na manhã desta terça-feira (8), a implantação do sistema de monitoramento dos reeducandos por meio do uso tornozeleiras eletrônicas. Os equipamentos começaram a ser testados em 10 reclusos do regime aberto e semiaberto que têm bom comportamento e vão participar desta etapa até a próxima sexta-feira (11). Esse período de testes do equipamento será acompanhado pelo especialista em telecomunicações da empresa Synergye Tecnologia da Informação LTDA, Nilson Oliveira Gomes.

08.04.14 seap tornozeleira eletronica fotos antonio david 8 270x202 - Seap realiza testes com tornozeleiras eletrônicas em 10 apenadosO investimento total do projeto é de R$ 800 mil e a empresa fornecedora dos equipamentos já realiza o monitoramento em mais cinco Estados brasileiros. No projeto inicial da Seap serão adquiridas 3.000 tornozeleiras para serem usadas assim que o período de testes terminar e que o Judiciário determinar o começo do monitoramento dos reeducandos, dependendo da situação de cada indivíduo previamente analisada pela justiça paraibana.

O Estado da Paraíba vai ser beneficiado, a sociedade em geral e o próprio reeducando também, pois o objetivo do projeto é aproximar o preso da família e diminuir a superlotação nas unidades prisionais. Além disso, esse trabalho vem somar com outros projetos de ressocialização que já ajudam muitos reeducandos do Estado a cumprir suas penas de forma digna”, explicou o secretário da Administração Penitenciária, Wallber Virgolino.

08.04.14 seap tornozeleira eletronica fotos antonio david 7 270x202 - Seap realiza testes com tornozeleiras eletrônicas em 10 apenadosPara mim é uma vitória muito grande estar perto da minha família. E também uma segurança, porque o sistema de monitoramento mostra onde estamos 24 horas, caso aconteça algum crime na área que ficamos, o próprio sistema vai provar que não fomos nós que cometemos aquele crime”, comentou José da Silva, reeducando do regime semiaberto.

Equipamentos – As tornozeleiras ou pulseiras funcionam aproximadamente de 28h a 36h, necessitando serem carregadas apenas por duas horas diárias. O mesmo equipamento já é usado no Rio de Janeiro, Ceará, Amazonas, Pará e Alagoas e cada um custa R$ 400,00. O perímetro que cada preso vai ser monitorado a princípio ainda vai ser definido pela Seap, em comum acordo com o juiz das Execuções Penais. A previsão do local de implantação da Central de Monitoramento é a própria Seap, no Centro de Operações Penitenciárias (Copen).