João Pessoa
Feed de Notícias

Seap oferece curso de revestimento em cerâmica para reeducandos do regime semiaberto

sexta-feira, 25 de outubro de 2013 - 17:12 - Fotos: 

Mais um curso do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi iniciado dentro do sistema prisional paraibano. Trata-se do curso de revestimento em cerâmica, que teve início na tarde dessa quinta-feira (24), para atender os reeducandos do sistema semiaberto. O curso tem 200 horas de duração e acontece na Penitenciária de Segurança Média Juiz Hitler Cantalice, e oferece, além da profissionalização, a remissão de pena e a bolsa incentivo, numa parceria entre a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB). Esta é a primeira vez que o Pronatec atende reeducandos do regime semiaberto oriundos do sistema prisional paraibano.

Estamos avançando a passos largos no processo de mudança de mentalidade e no desenvolvimento da ressocialização, já conseguimos visualizar várias ações positivas acontecendo de forma simultânea, demonstrando que quando há vontade política do governante e determinação na execução das políticas públicas, ganha o sistema, o governo e toda a sociedade”, ressaltou o secretário de Administração penitenciária, Wallber Virgolino.

A gerente de Ressocialização da Seap, Ziza Maia, que acompanhou o início do curso, pontuou: “Esta série de cursos que está começando é resultado do trabalho de muitas pessoas. Esta semana tivemos a oportunidade de implementar os cursos em várias cidades de diferentes regiões, a exemplo de Guarabira, Campina Grande, Patos, Sousa, Cajazeiras e aqui na Capital, e tivemos a oportunidade de constatar a vontade das pessoas em participar do projeto e poder adquirir conhecimento, isso nos deixa confiantes que estamos realizando um bom trabalho, mas, ao mesmo tempo, aumenta a nossa responsabilidade”.

 Retrospectiva – Só esta semana, foram iniciados cursos de assistente de cozinheiro, no Presídio Padrão João Bosco Carneiro, em Guarabira; curso de Garçom, na Penitenciária Regional de Campina Grande Raimundo Asfora, em Campina Grande e cabelereira, na Penitenciária Feminina de Campina Grande, e ainda, cursos de garçom, na Penitenciária Regional Romero Nóbrega, em Patos e na Colônia Agrícola Penal de Sousa e cabelereira, na Penitenciária Feminina de Cajazeiras.