João Pessoa
Feed de Notícias

Seap e Cidade Viva promovem ressocialização em presídio feminino

segunda-feira, 12 de novembro de 2012 - 16:46 - Fotos:  Secom-PB

A Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap), em parceria com a Fundação Cidade Viva, promoveu mais uma ação de ressocialização no Sistema Penitenciário, beneficiando detentas da Penitenciária de Recuperação Feminina Maria Júlia Maranhão, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa.

Na manhã desta segunda-feira (12), 30 reeducandas participaram do evento “Dia de Princesa”, com corte de cabelo, maquiagem e embelezamento de pés e mãos. Além disso, a penitenciária recebeu da Fundação Cidade Viva quatro bebedouros, duas máquinas de costura, aviamentos para confecção de bonecas artesanais e kit higiene para todas as detentas da unidade.

“Cada uma destas doações vai ser essencial para que possamos amenizar a estada destas mulheres que aqui se encontram. Vamos poder dar subsídios para que elas cumpram suas penas com dignidade, oferecendo uma formação profissional e melhores condições de vida”, comentou a diretora da penitenciária, Cinthya Almeida.

À tarde, a ação foi encerrada com um momento de oração comandado pelo Pastor Sérgio Queiroz, que destacou a parceria da Fundação Cidade Viva com a Seap. “Nós levamos esperança para quem talvez não tenha mais  aquele sentimento. Estamos aqui para levar a certeza de que um dia quando elas saírem daqui podem reconstruir suas vidas de uma maneira diferente”, enfatizou.

Uma das detentas, que cumpre pena por tráfico de drogas, disse gostar quando a rotina do presídio é quebrada de uma maneira positiva. “É muito importante esta ação porque vivemos uma rotina dura. Um evento deste é diferente, é para nosso bem, muda algo em nós, muda a mente, vemos outros horizontes com outros olhos sem ser o crime que nós cometemos, é muito gratificante receber mensagens de pessoas que se importam com a gente. A sociedade vê a gente como bichos, e hoje sinto que essas pessoas aqui me olharam como ser humano, recuperei minha dignidade”, declarou.

Na Penitenciária ainda está em andamento o curso de corte e escova oferecido pela Gerência de Ressocialização da Seap, em parceria com o Senac. Ao todo, cerca de mil detentos e familiares que cumprem pena na Paraíba serão profissionalizados até o final do ano.