João Pessoa
Feed de Notícias

Saúde treina digitadores do Cartão SUS em Campina Grande, nesta 2ª

sexta-feira, 21 de maio de 2010 - 18:28 - Fotos: 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) promove, a partir desta segunda-feira (24), no Garden Hotel, em Campina Grande, um treinamento para 60 digitadores que vão atuar no Sistema de Cadastramento Nacional dos Usuários do SUS, atendendo as pessoas que precisam tirar o Cartão Nacional de Saúde (Cartão SUS). Os profissionais são de 60 municípios distribuídos nas 12 gerências regionais de saúde. A capacitação vai até a próxima sexta-feira (28) e acontecerá durante todo o dia.

O Cartão SUS é o principal documento utilizado pelos brasileiros para ter acesso aos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS), desde os oferecidos pela atenção básica até os mais complexos, como exames especializados (tomografia, ressonância magnética), cirurgias eletivas e até transplantes de órgãos e tecidos.

“Realizamos essas capacitações sempre que há troca de digitadores nos municípios. Há uma rotatividade grande de profissionais, mas a maioria sai de um município para atuar em outro e, por isso, não precisa de treinamento. É tanto que, dos 223 municípios paraibanos, nesta capacitação, só precisaremos treinar 60 pessoas”, disse a coordenadora do Centro Estratégico de Informação da Saúde da SES (Ceis), Ana Lúcia Sousa, que vai ministrar as aulas.

Onde cadastrar – O Ceis faz parte da Gerência Executiva de Planejamento da SES, responsável pela coordenação do Cartão SUS, na Paraíba, além de treinar os digitadores que atuam no sistema. Os cartões são feitos nas secretarias municipais de Saúde, mediante apresentação dos documentos pessoais.  Em caso de perda, o usuário pode requerer uma segunda via do cartão, que terá a mesma numeração da primeira. Quando a pessoa muda de cidade, continua utilizando o mesmo cartão, mas é preciso atualizar o endereço na secretaria de Saúde do município para o qual se mudou.

Ana Lúcia explicou que mesmo quem tem plano de saúde deve requerer o Cartão SUS porque pode precisar de serviços do SUS que não são cobertos pelas seguradoras de saúde. Isso é comum em casos de procedimentos de alta complexidade, como transplantes, por exemplo. Os dados do cadastro do Cartão SUS são utilizados para diagnóstico, avaliação, planejamento e programação das ações de saúde.

 

Da Assessoria de Imprensa da SES/PB